Continuação do Conto: Com Ele Dormindo Parte II

Bom dia amigos, to feliz que vocês estão lendo meus contos e gostando. Mas vamos ao que interessa.

Como sempre, eu (beto) e meu amigo (bruno) quando acontece da gente se pegar, ele ta dormindo. Ainda quero saber o motivo de tando sono kkkk.

Bem, hoje o conto será mais curto. Um dia bruno me pediu pra levar algo à sua casa, coisa de comer, e assim fiz. Ele comeu, e uns 20 minutos depois disse que iria dormir, segui ele até uma cama de casal, já deitado me pediu que lhe fizesse massagem em seus pés, que lhe passasse creme tbém. Imagine vocês, eu que sou apaixonado por ele ter essa vontade realizada.

Assim fiz, tirei suas meias, cheirei seus pés, comentei que estavam macios e cheirosos, ele somente riu, fechou os olhinhos e dormiu, ou será que não dormiu? Bem, eu tratei logo de fazer o que pedira, até porque ambos teriam que trabalhar mais tarde e perder tempo não era boa coisa.

Saindo de seus pés, fui até suas mãos, eu precisava chegar mais perto, massageei seus dedos e pensei, bem, agora que ele dormiu vou me achegar mais, ou seja, aproveitar, não entendam que eu abuso dele, pois é dessa forma que eu posso me refastelar e ele também, pois acreditem, só dormindo que ele se realiza, talvez porque não quer que eu descubra que ele curte esse tipo de coisa.

Com seus dedos em meu poder senti vontade de chupá-los e devagar fui metendo um a um na minha boca, o mais engraçado é que os dedos dele ficaram eretos como se fosse o pau. Como eu sou esperto, soltei seus dedos bem próximos de minha boca e pensei, se ele tiver ligado vai mete-los na minha boca sem que eu o faça, e não deu outra, o danado enfiava os seus lindos dedos na minha boca como se tivesse me fudendo, que delicia.

Tendo seus dedos no meu cú bucal kkkk parti pra seu pau que tava duraço, aos poucos fui chegando pra não assustar o coelho, e fiquei ali massageando, desejando abocanhar, meu pau duro tava um troço, até doía, minhas pernas tremiam. Há um ditado que diz que um raio não caí duas vezes no mesmo lugar, mas esse momento gostoso na sua cama aconteceu duas vezes, pena que não chegamos ao gozo, mas as preliminares as vezes dão mais prazer do que só a penetração.

Pude pegar no seu corpo, seus mamilos, seu tanquinho peludo, meus joelhos foram suporte para receber seu pau duro, a gente tava deitado, ele mais acima e eu mais embaixo, estávamos com muita vontade de terminar o ato, mas um tal de celular teve que tocar e ele se despertou, assim, levantamos daquela cama maravilhosa, e tudo acabou em pizza, kkkk, ou melhor, cada um foi pro seu trabalho e eu saí como entrei, com fome de pica, de leite condensado, de beijar meu menino de 25 anos, meu sonho de consumo. Parece que ta meio devagar, mas conosco é assim mesmo, devagarinho e sempre. Kkkk.

Nos próximos vou contar como lhe disse que ele era meu.

A seguir cenas dos próximos capítulos. Comentem se gostarem, bjos.

Autor: Lutador Avante
E-mail - lutadoravante@hotmail.com
MSN - lutadoravante@hotmail.com
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta