Estava no centro a toa numa sexta-feira, quando resolvi conhecer uma sauna no Catete que um amigo havia me indicado como legal. Nunca tinha ido numa sauna e minha curiosidade era enorme, peguei o metrô e fui. Chagando lá entrei peguei a chave e fui pro vestiário tirar a roupa e me enrolar na toalha, depois fui pra sauna a vapor e depois pra sauna seca, onde vi dois coroas se tocando.

Me sentei e fiquei olhando um pouco, quando um começou a chupar o outro alisei meu pau que começou a ficar duro, mas sai dali e fui pra sala de tv onde passava um filme porno, vi alguns coroas se tocando e alisando seus paus duros, sai dali e fui tomar um banho, vi dois caras com paus lindos e grandes tomando banho, o meu é pequeno tem 12 cms duro, e aqueles eram bem maiores, um tinha 20 cms e o outro uns 18 cms, olhei sem disfarçar e fiquei com tesão, notei que eles olhavam pra minha bunda lisinha e se olhavam, enquanto tomava banho senti uma mão roçar de leve na minha bunda, se olhar empinei a bunda e senti um dedo no meu rego e parar na portinha do meu cu.

Sai do banho pois entraram outras pessoas, me enxuguei e fui pro labirinto, lá tinha um negro comendo outro cara em pé, tinha uma piroca grande que entrava no cu do outro que gemia e rebolava, havia outros coroas tocando e se esfregando olhando a cena, me sentei e abri minha toalha e comecei a alisar minha piroca, nisso entrou os dois caras que estavam no banho comigo, o branco sentou do meu lado e o outro ficou em pé olhando o cara dar o cu pro negão.

O que sentou no meu lado esticou a mão e segurou no meu pau, alisou, tocou uma punhetinha e abriu a toalha dele.

Que linda piroca 20 cms e meio dura, senti a mão dele segurar a minha e levar até ela, segurei e ele me mandou chupar, fiquei com vergonha pois tinha outros coroas olhando e ele me disse que era pra eu chupar e depois iriamos pra cabine, como todos olhavam pro cara dando o cu, me abaixei e cai de boca naquela piroca que ficou dura na minha boca, mamei bem gostoso sem me importar se outros coroas olhavam quando senti que o outro cara um negro sentou do outro lado e enfiou a mão e tirou minha toalha me deixando peladinho ali no labirinto. Alisou minha bunda e enfiou um dedo no meu cuzinho, gemi de dor pois nunca tinha dado o cu pra ninguém, seria minha primeira vez.

Tirei o pau da boca e falei pro cara que queria sair dali pois era cabaço e não queria dar ali na frente de todos, ele me entregou a toalha e fomos os três pra cabine no outro andar, umas cabines que fiquei sabendo que eram alugadas e tinha ar-condicionado e uma linda cama de casal bem grande e com lençol branco.

Entramos os três e logo tirei a tolha e fiquei peladinho no meio de dois machos tarados de tesão, tirei a toalha do branco que se chamava Paulo e depois arranquei a toalha do negro que se chamava Fernando, segurei as duas pirocas e puxei eles pra cama chupei os dois ao mesmo tempo, mamei muito até que o Paulo me mandou ficar de quatro na cama, pegou um gel e passou no meu cu enfiou com o dedo um pouco enquanto eu mamava o Fernando, olhei e vi ele colocando a camisinha naquela pirocona dura e gelei de medo mas continuei mamando aquela piroca preta na minha frente, senti algo forçando a entrada do meu cu e gemi alto, ele me mandou ficar calado e chupando e foi enfiando, como doía, entrou a cabeça e eu gritei de dor, ele parou e esperou eu me acostumar depois foi empurrando o resto devagar, até que ouvi ele dizer que tinha entrado tudo, e o Fernando enfiou a pika até eu me engasgar.

Ouvi o Paulo dizer assim: o viadinho disse a verdade, ele era cabaço mesmo, era virgem e eu tirei o cabaço dele, está até saindo sangue do cuzinho dele, eu virei e mandei ele me fuder bem gostoso, xinguei ele de filho da puta e mandei meter bem gostoso no meu cu, e voltei a chupar o pau do Fernando enfiando tudo que cabia na minha boca, até engasgar, enquanto o Paulo me segurou a cintura e socou no meu cu 20 cms de rola, gozei sem me tocar levando piroca no cu e gemendo e chupando uma piroca preta, como saiu porra da minha piroquinha, meio mole.

Aí o Paulo socou rápido no meu rabo e senti ele urrar e gozar gostoso empurrando toda tora no meu cu, caiu em cima de mim na cama, me beijando a nuca e me chamando de viado e putinha dele. Depois que ele saiu de cima foi a vez do Fernando me comer, mandou eu ficar de frango assado e mandou a pika no meu cu enquanto o Paulo tirou a camisinha e veio com a piroca suja de porra e me mandou chupar até ficar bem limpinha, obedeci e chupei deixei bem limpinha enquanto levava outra piroca no cu, depois fui beijado na boca pelo Fernando e o Paulo, logo senti que o negão ia gozar, xinguei ele de viado e mandei ele socar com força e esperasse eu gozar com ele, não deu tempo pois ele gozou e caiu em cima de mim enquanto eu gozava na sua barriga e na minha.

Descansei um pouco da farra saímos os três e fomos tomar banho, lavei aquelas pirocas lindas enquanto quem entrava no banheiro olhava eu lavando e dando beijos nelas, sai dali fui pro vestiário me arrumei e fui pra casa, todo ardido, com o cu ardendo de tanto levar pikas.

Quando cheguei em casa minha mulher estava com tesão e queria foder, tive que me esforçar pra comer ela, mas dei conta do recado, mesmo com o cu arrombado e ardendo. Que sexta-feira maravilhosa!



Autor:Willians Rodrigues
E-mail - madurop.pqe55@yahoo.com.br
Skype - Não Divulgado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta.