Depois do jantar ficamos conversando um tempo e assistindo as novelas da tupi, mal pegava a tv só se via umas sombras logo sua mãe foi deitar e ja tinha arrumado cama nos fundos como ele tinha pedido, vendo tv vi ele estava exitado e ancioso para nossa noite...

Quando me chamou para irmos deitar logo saia atráz entramos ele trancou a porta disse para ficar nu ele tambem se despia, me abraçou me beijou eu sentia sua vara em minha barriga, me deitou na cama e me lambeu por inteiro, sua lingua passeava pelo meu corpo e depois entrava em meu rego ja humido de tezão, lambe meu cuzinho...

Depois foi minha vez de lamber seu pau grosso e cabeçudo, mal cabia em minha boca, lambi e mamei bastante logo me virou e salivou minha entrada e colocou sua vara, forçou e a cobra foi ganhando espaço e entrando feroz como um animal eu gemendo e empinando minha bunda ele enterrando toda sua vara sentia seus pentelhos roça em minha bunda, ele metia forte como se eu fosse uma vaca sentia minhas pregas arderem tanto que socava, logo me encheu leite, e caiu meu lado...

Fui no banheiro me lavar, e voltei a dormir, ele tambem foi ao banheiro, dormiu agarrado em mim e ainda me comeu de madrugada, e logo cedo tomei seu leite quente garganta abaixo, antes almoço fui embora ele pediu que viesse mais vezes fui ainda umas 3 vezes.



Autor:bruno
E-mail - brunoparadalouca@gmail.com
Skype - Não Divulgado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta