Estava lendo um conto neste site de um menino que deu seu cabacinho em troca de carrinhos importados, voce veja como é as coisas pessoas adultas ou maiores sabem que gostamos de algo e faz estas ofertas, comigo aconteceu quase que mesma coisa.

Tinha um primo terceiro grau devia ter uns 18 anos eu uma criança, que adorava colecionar figurinhas e ir cinema ver bang bang, só que não tinha acesso, este primo trabalhava no cinema da cidade e sempre que vinha da escola ele estava sentado na porta de sua casa com seu album e suas figurinhas sempre eu jogava com ele mas era dificil ganhar alguma dele, certo dia ele me chamou para entrar para mostrar suas figurinhas e album ja todos preenchidos, ele perguntou se gostaria de ganhar umas figurinhas disse que sim, ele disse você só tem fazer algo para mim, pegar meu pinto e dar uns beijinhos, nisso mãe dele estava na cozinha fazendo algo, só escutava barulho de panela, eu achei estranho mas pegar pinto e beijar era moleza apesar nunca ter feito, ele encostou porta e abaixou seu calção e ja pulou enorme piu piu para fora, era grosso e grande, peguei com mão meio sem jeito ele pedia beijar cabeça e mamar como se fosse um pirulito comecei a lamber seu pau pulsava, mais mais eu ja chega quero ir embora, me deu 2 figurinhas e disse amanha te dou mais voce me espera na esquina , fiquei todo empolgado não tinha feito nada e tinha ganho 2 talvez amanha faria di novo e ganharia mais..fui embora todo contente pois meu album ganharia 2 figurinhas dificieis.

Quando sai escola ele ja estava na esquina me esperando, e me chamou para uma casa abandonada que ficava a uma quadra de sua casa, ele abriu portão com facilidade e entramos, ficamos na lavanderia ja começava a escurecer ele me disse quer ganhar figurinhas disse sim ele então mama bastante quero que mama e tome meu leite hora que sair te darei figunhas dificies para seu album, ele tirou pau para fora eu fui mamar o primo comecei lambendo cabeça, ele pedia mamar colocar na boca, comecei a mamar e percebi que meu pauzinho ficava durinho, com uma mão eu batia e mamava, logo ele começou tremer senti leite na minha boca, ele na hora socou quase tudo até minha garganta, senti nauseas mas ele disse mama e toma tudo eu obedeci, e ganhei as tais figurinhas, ele complementou voce bonzinho primo amanha nois continua pensei eu mamo e ganho as figurinhas, se for só isso ta bom.

Ele disse voce quer ir ao cinema domingo matiné, nossa era meu sonho tava passando O Dolar Furado com Giuliamo Gemma, vem amanha para fazer novamente voce foi muito bem gostei, pennei se for só lamber e tomar leite moleza dai vou cinema.

No outro dia estava la eu na esquina marcada ele tambem ja tinha chego caminhamos até casa abandonada, ele abaixou seu calção e eu ja fui mamar seu pau, que estava duro como ferro, lambi mamei e nada de gozar, meu primo disse quer ir cinema disse sim, ele então deixa colocar seu cuzinho, eu disse não ia doer, ele só um pouco só brinco na portinha eu capaz não quero, ele o que que tem se bobo ponho devagar, dai voce vai cinema ainda te dou mas algumas figurinhas,vi oferta era tentadora...mas com receio eu era novinho esta terceiro ano primario, e aquentar uma vara daquela devia ter uns 18 centimetros..

Ele foi me virando e apertando minha bunda e dizia nossa bunda gostosa, empina ela dei uma levantadinha ele apertando passando saliva meu rego, meu cuzinho piscava de vontade e medo, vai deixar vamos só um pouquinho me debruçou no tanque que fiquei bunda empinada ele passou um creme,e começou pincelar a cabeça bicho safado brincava com cabeça deslizava no meu rego passando bem na entradinha passou mas creme e escorregava para baixo e para cima até mirou na entrada e forçou a cabeça dei um grito, ele não grita pessoas escutam eu respondi estava doendo muito para ele tirar ele calma ja vai passar, negocio ardia e doia ele foi forçando e o pau entrando eu chorando ele tapava minha boca dizia aquenta porque voce vai cinema e vai ganhar quantas figuras voce quiser, empina a bunda, eu estava quase desmaiado ele enterrando toda aquela vara em meu buraquinho, agora ele metia mais rapido, dizendo que viadinho gostoso que cuzinho que prende meu pau, ai ai delicia vai mexe esta bundinha, mas eu não consequia me mexer, era só sofrimento, el socava tudo sem maldade me arregassava logo disse ia me dar leite pensei iria chupar seu pau novamente mas ele disse olha seu leite no seu cuzinho, arranquei seu cabacinho priminho, deixou pau dentro um tempo, depois me mostrou sujo sangue e todo vermelho, e implorava para que não contasse a ninguem, pois meu pai era muinto bravo..ele disse amanha voce vem eu respondi doi muinto ele disse é primeira vez depois fica melhor...

No domingo fui ao cinema assisti filme depois filme fiz uma peta para ele na sala de projetar... assim perdi meu cabaço e passei a gostar de dar meu cuzinho.

Fiquei 3 dias sem passar por la pior ali era caminho mas dei uma volta depois desses dias voltei passar por la meu primo disse voce esta sumido, eu nem respondi, ele disse vamos em casa minha mãe saiu e vai demorar, vem ver quantas figuras eu arrumei, eu entrei e fomos para seu quarto ele me mostrou seu pau ja duro e começou pegar minha bunda, eu me afastava, ele calma, quer mais figurinhas disse que sim, ele então mama papi aqui da aquele trato comecei lamber e mamar aquele cacete, quanto mais eu sugava mais eu queria aquela vara, ele abaixou meu calção pediu deitar bunda virada, deitei em sua cama ele vdio passou um creme abriu bem minha bunda disse nossa cuzinho vermelhinho ja esta fechadinho, e passava o dedo e disse não grite os vizinhos escuta, subiu em cima de mim e achou entradinha colocou cabeça na minha mente passou monte coisas a dor horrivel da primeira vez, na hora ia entrar, mas ele foi com calma, deu umas pinceladas tentou enfiar mais tirava, logo viu era hora firmou bem a cabeça e forçou, senti cabeça passou e a dor parecia estava me partindo ao meio, eu ai ai para não aquento ele calma voce aquenta sua putinha, e fica quieto, sentia ele estava empurrando o pau todo, ainda pediu para eu abrir a bunda duas mãos, ele queria ver seu pau entrando, me socou toda a pica até suas bolas baterem minha bunda, depois de um tempo começou a ficar melhor me dava umas cocegas e meu pintinho parecia ia explodir, ele socava com força eu gemia ele vai meu viadinho meche esta bunda vou te dar leite, não demorou senti ser inundado com leite no meu pobre cuzinho, me troquei levantei sentia escorrer leite da minha bunda, nem deu twmpo ir banheiro limpar pois sua mãe chegou e quase pega nois ainda bem ele fechou a porta..



Autor:bruno
E-mail - brunoparadalouca@gmail.com
Skype - Não Divulgado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta