Viemos embora Igor me consolava dizia nada mudaria minha vida eu não entendia nada tinha apenas dez anos e estava sem minhas pregas estava feliz por ter aquentado aquela vara toda apesar estar rasgado estava desconfortável, mas acho tinha ser assim, meu cu parecia pegava fogo.

Me deixou na esquina fui para casa morrendo medo alguém notar algo fui para banho para ver se melhorava ardia peguei uma pomada que vi e passei parece que aliviou um pouco neste dia tive febre e nem jantei tentei dormir mas cenas vinha em minha mente, o pau na minha boca, o sabor ser penetrado por um pau enorme era difícil na minha cabeça..

Eu pensava agora vou ser marica meu Deus quando circo inaugurou Igor mandou vários ingressos na minha casa pois tinha parado ir la durante dia fui estreia Igor deu sinal para eu ir nos fundos me deu maça do amor e pipoca e muitas balas, dia sequinte levei uns priminhos para assistir, eu tinha vários ingressos Igor pediu para eu passar por la durante dia colei por la ele me chamou ir seu trailer, logo tirou lapa para fora eu cai de boca mamei bastante, dai ele pediu para fuder meu cuzinho, disse ia devagar, passou creme e mirou na entrada só senti aquela dor da vara entrando, e meu cu devorando ela toda ainda doía mas era mais gostoso, ele ai moleque aquenta que a vara é sua, seu cuzinho é coisa mais gostosa que já comi, e metia fundo até encheu meu cuzinho de leite...

Fui para casa com cu arregasado e arrombado novamente aquela dorzinha de quero mais...passou 2 dias estava vindo da escola Julian do circo parou carro disse entra ai te levo, fomos conversando ele queria sair para longe disse não podia tinha ir para casa deixar material almoçar depois podia sair, ele combinou esperar ele as 15 hs na saída da cidade,eu fui estava doido para aquentar aquele pau moreno em meu cu, grosso cheiroso, entrei no carro dele ele rumou fora cidade, entramos em um cafezal onde não havia ninguém, ele logo tirou pau para fora pediu que eu mamase cai boca pauzão dele quase ele goza em minha boca, pediu ficar pelado e deitar nas folhas de café obedeci passei guspe no meu cuzinho, ele guspiu cabeça da rola e forçou a vara foi entrando eu gemendo dele era mais grossa, ele ai viadinho aquenta já deu Igor, ta entrando fácil eu gemendo e não respondia nada, implorando para ir devagar ele não obedecia, estava me rasgando, dizia vai aquenta viadinho já deu este cuzinho agora só levar rola, e socava fundo até senti leite dentro de mim, me judiou, mas nunca mais cai nas graças dele..

Meti mais uma vez Igor depois circo foi embora senti saudades daquela varam só fui meter novamente com 15 anos, hoje tenho 45 anos.

depois eu conto...



Autor: israel
E-mail - jmariadeus@bol.com.br
Skype - Não Divulgado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta