Marquinho no outro dia no recreio me chamou para caçar passarinho na mata, disse logo depois da aula nos encontramos no mesmo local, assim terminou aula nos despedimos e fomos cada um sua casa, sei que ele chega em casa faz deveres, eu também faço algo em minha casa, ma,s quando vi que já era 15 hs peguei alçapão e fui encontrar o moleque...

Assim encontramos, eu perguntei onde iriamos, ele disse vamos nesta estrada, depois pegamos uma trilha, é logo adiante, ele sabia caminho, não demorou chegamos local armamos alçapão e saímos de perto, era lugar bonito nunca tinha ido por la, varias arvores e um córrego, umas pedras.

Ficamos debaixo de uma arvore pois estava muito calor, ficamos jogando conversa fora, depois de um tempo eu disse a ele estava pau duro e com tezão, e perguntei se não queria pegar meu pau, ele ficou vermelho na hora, eu disse não precisa ficar com vergonha, ele respondeu você pega no meu e não conta para ninguém, afirmei que não contaria era nosso segredo, ele batia para mim eu batia para ele, logo pedi para ele mamar ficou meio indeciso mas loco colocou boquinha na minha rola, não demorou estava sugando delicia aquela boquinha na minha vara, eu passando mão seu rabinho, apalpava sua bundinha, as vezes ele tirava as vezes deixava...

Não estava aquentando de tezão, pedi para ele me dar cuzinho, ele ficou com medo, eu disse só vou brincar sua bunda, só rossar, eovamente e forcei cabeça le virou e disse então vem só brincar, ficou deitado chão eu observando aquela bundona ali na minha cara, abri vi fechadinho mas piscava com minhas passadas de mão guspi na cabeça do pau, depois seu cuzinho, rncostei pau e fiquei pincelando até ele acostumar ele dava uns gemidos, parecia uma gatinha no cio, molhei novamente e forcei cabeça na entrada deixei escorregar devagar, ele gemeu, disse você ta me comendo, eu não só brincando, ele pode colocar ta gostoso, dai eu forcei deixei a geba entrar, ele gemeu disse ta doendo, quer tire ele devagar mas pode deixar, escorreguei minha vara seu rabinho, ele mexia bundão na minha vara, não demorou enchi seu cuzinho de porra....disse gostou. ele e bom né....

Ele virou estava de pau duro perguntei se queria gozar, ele disse sim comecei a mamar disse goza minha boca, mamei até leite sair...

Depois beijamos e fomos lavar no riacho....



Autor: Israel
E-mail - jmartins1965@bol.com.br
Skype - Não Divulgado
Conto Enviado pelo Internauta.