Eu tinha uns 10 anos quando conheci o Zeca, hoje tenho 57 anos.

Naquela época ele devia ter uns 13 anos. Morávamos na mesma rua e eu ouvia comentários de que ele adorava comer cú dos garotos da rua. Aqueles comentários despertavam minha atenção, mas eu não tinha coragem nem de pensar sobre tal assunto.

Aconteceu que quando eu tinha mais ou menos 12 anos, tive uma oportunidade que marcou para sempre a minha vida: eu fui acompanhar meu primo na limpeza da casa de minha tia que seria alugada.

Para minha alegria o Zeca foi junto conosco, pois era amigo de meu primo. No caminho ele começou a se insinuar para mim e em certo momento me falou:

- eu tô louco pra comer teu cuzinho. Tu me dá esse cuzinho. Eu acho que deve ser gostoso. Prometo que meto bem devagar.

Fiquei meio sem jeito e disse que não daria, pois nunca havia feito isso. Ele insistiu e quando estávamos próximo da casa da minha tia ele novamente pediu e eu disse:

- quando chegar lá a gente conversa sobre isso.

Meu primo nem imaginava o que conversávamos tanto, pois o Zeca era colega dele e não meu.

Chegamos lá e começamos a limpeza da casa. Num certo momento meu primo precisou voltar na casa dele para pegar algumas chaves que havia esquecido e nos deixou sozinhos fazendo algumas coisas. Foi nesse momento que tudo começou.

Logo que meu primo saiu o Zeca me mostrou seu pau lindo. Ele tinha uns 15 anos e eu 12, mas sua experiência sexual era grande. O pau já definido tinha uns 15 cm e bem grossinho e tesudo. Me pediu para chupar e eu meio sem jeito meti a boca.

Fizemos de tudo. Ele meteu no meu cuzinho durante umas duas horas e eu adorando sussurrava que aquilo era tudo que eu desejava mas tinha medo. Ele me disse que daquele momento em diante iria me fuder todo dia.

Após umas três horas meu primo voltou e então disfarçamos até concluir o trabalho.

Ao chegar em casa eu sentia a sensação de que aquela pica gostosa ainda estava me bombando o cú. Fiquei sentido meu cú bombado o resto do dia e a noite. A aquela sensação era de que meu cú estava sendo arrombado o tempo todo. Era uma sensação muito gostosa.

Daquele dia em diante o Zeca me comia todos os dias de segunda a sexta pela manhã, pois logo que a mãe dele saía para a feira ele fazia um sinal pela janela e eu entrava bem rápido para ninguém ver.

Íamos direto para a cama da mãe dele e lá ele me bombava o cú bem gostoso. Foi com ele que gozei pela primeira vez com um pau gostoso enfiado no cú. Enquanto enfiava em mim ele chupava meu peito e batia punheta para mim.

Fiquei com ele uns 10 anos. Até hoje quando sinto um cheiro que me lembra o dele fico louco de tesão. Foi com ele que comecei a sentir o prazer de dar o cú.

Quanto ao meu primo, esse eu só fui dar o cú para ele quando estava com 15 anos. também fudemos muito.

Depois se seguiram outros homens que me deram muito prazer e gozo.

Em breve conto outros episódios.



Autor: Ruan
E-mail - Não Divulgado
Skype - Não Divulgado
Conto Enviado pelo Internauta.