Olá sou Paulo, este conto é absolutamente real, cada detalhe dele. Conheci um rapaz lindo e falante por acaso chamado Leandro (nome fictício) ele era garçom em um bar que tinha karaokê e deu o endereço me pediu para ir qualquer dia, o que fiz no dia seguinte.

Nos tornamos grandes amigos, ele era meio largado morava com uns amigos e eu frequentava muito a república onde ele morava, pois lah morava uns 06 rapazes, todos muito gostosos, lá tinha cheiro forte de homem, que delícia.

Leandro passou a frequentar diariamente minha casa, pois saíamos muito e quando ele tava trabalhando eu ia para a lanchonete e voltávamos juntos.

Até que um dia ele foi morar em casa, até ai sem nenhuma intimidade, só na minha cabeça que estava a mil por hora, imagina que ele saia do banheiro pelado, andava pelado pela casa, (claro que ele devia saber que eu gostava da coisa).

Até que um dia (creio que uns 15 dias depois que foi pra minha casa) estava muito frio e ele veio deitar na minha cama, falando que estava muito frio colocou os pés dele no meio de minhas pernas e começou a alisar até que seu pau ficou no meio das minhas pernas, absolutamente duro, roçou, roçou e eu correspondi, pegou minha mão e colocou em cima e eu não larguei mais, alguns minutos depois pegou na minha cabeça e levou até seu pau e enfiou na minha boca, que maravilha, era uma rola mediana, mas saborosa, (eu prefiro as grandes), chupei muito e como chupei, depois de algum tempo me colocou de quatro e enfiou de uma só vez, que delícia, depois me colocou de frango assado e continuou até gozar gostoso dentro do meu cu, gente que noite.

Depois daquela noite a gente ficou como se fosse marido e mulher, claro que entre quatro paredes, poque ambos não damos pinta, inclusive saíamos juntos e de vez em quando ficava com alguma garota e as vezes ele chegava em casa com alguma menina e nós dois transávamos com ela.

o que mais gostava era lamber aquele cu dele, ele gemia eu passava horas fazendo isso, mas nunca comi ele, pois não deixava.

Tudo terminou porque nos desentendemos por causa do maldito ciúmes que comecei a ter dele, briguei com ele foi quando vim embora pra São Paulo.

Até hoje quando nos encontramos a gente da uma transada gostosa, mas sem compromisso. Espero que gostem do conto.


Autor: Paulo
E-mail - paulopaulo0410@gmail.com
Skype - Não Divulgado
Conto Enviado pelo Internauta.