Olá, meu nome é Felipe, tenho 28 anos, sou loiro, tenho olhos verdes, tenho 1,90 de altura, peso 76 kg, malho já faz um ano, branquinho (não tenho hábito de ficar exposto ao sol), sou bem discreto, não gosto de me expor, preferência minha, sou versátil voltado mais pra ser ativo do que passivo.

Esse é meu primeiro conto aqui, mas sempre leio os contos novos.

O fato aconteceu há algumas semanas. Conheci um cara por um app e fomos mantendo contato até que marcamos de nos encontro. O nome dele é Augusto, tem 38 anos, 1,80 de altura, uns 80 kg, moreno, bem discreto tbm e com um pau de uns 20 cm, coisa linda de ver.

No nosso primeiro encontro foi legal, fui pra casa dele, transamos, fui passivo e nos conhecemos um pouco mais.

Marcamos de nos encontrar novamente uma semana depois, esse segundo encontro foi fantástico.

Ele me buscou perto de casa e fomos para a casa dele, chegando lá fomos direto pro quarto dele, ele já taradão veio me pegando por trás, me beijando a nuca, passando a mão pelo meu corpo, falando que tava com saudades, que tava louco pra me comer de novo.

Já tirou minha camiseta, me empurrou pra apoiar na cama, me deixando de quatro, abaixou meu shorts, ficou me roçando e eu já doido de tesão, ele abaixou o shorts dele e começou a passar aquele pau maravilhoso na minha bunda, ele gemendo e eu gemendo mais ainda de tão bom que estava.

Ele me empurrou pra cima da cama e já mandou uma chupar seu pau, chupei com gosto, que delicia de pau, fiquei chupando por uns 10 minutos, ai ele disse que queria me comer, pegou a camisinha colocou no pau e me mandou ficar quatro, ele lubrificou meu cuzinho e foi colocando, aos poucos foi entrando e eu gemendo de tesão, depois que entrou tudo ele começou a bombar, meu pau já estava duro de tanto tesão, ele metia com gosto e eu amando aquele homem me comendo, até que anunciou o gozo e gozou com fatura.

Ele foi tomou uma água e ficamos deitado na cama conversando. Passados 20 minutos, ele já tava com o pau duro me pedindo pra chupar novamente, claro que cai de boca, chupava tudo, tentava engolir mas o tamanho não permitia.

Logo ele falou: "Vamos pra próxima foda?" e já levantou pegar a camisinha, encapou o bichão e veio me pegar de quatro novamente.

Dessa vez foi diferente, o tesão tava maior, ele gemia e eu gemia e eu fala: "Vai, mete, me come, me fode, que pau gostoso, soca em mim, vai mostra que vc é macho!", ele me pegava pela cintura e metia com força e com gosto e eu empurrava minha bunda de encontro com o pau dele, estávamos em êxtase de tanto tesão, ele pegou nos meu ombros e me puxava pra traz a casa estocada, puxava meu cabelo e metia mais forte e fala: "Tá gostando? Era isso que vc queria né? Toma meu pau no teu cuzinho!" e eu falava: "Isso, mete assim mesmo, era isso mesmo que eu queria, tá gostando de fuder meu cuzinho né? Eu sei que tá!".

Foi uns 25 minutos assim de puro tesão, até que ele gozou novamente, ele deixou o pau dentro de mim por mais alguns minutos, estávamos exaustos, depois foi tirando devagarzinho.

Tomamos uma ducha e ficamos deitado na cama conversando mais um pouco e ele falando das viagens dele pelo Brasil e os contatos que tinha feito.

Passado um tempo, percebi que o pau dele estava ficando duro novamente e anunciei que precisava ir embora, ai ele perguntou se não ia ter a terceira foda, falei que não que não aguentaria por que fazia muito tempo que eu não era passivo e que tinha voltado a ser passivo com ele e que deixássemos pra um outro dia, ele concordou e me levou embora.

Agora é esperar pra ver quando vai rolar novamente e se vou aguentar três fodas com intervalos curtos.

Mas que foi gostoso, com certeza foi.

Até mais.


Autor: Felipe Loiro
E-mail - Não Divulgado
Skype - Não Divulgado
Conto Enviado pelo Internauta.