Olá o que vou contar hoje aconteceu a doi anos quando fui padrinho de casamente de um casal de amigos.

Desde sempre ouvi a noiva dizer que nada poderia atrasar se não o padre iria embora. Chegado o dia ouve um imprevisto com o vestido da noiva e mim deu a missão de segurar o padre por uma hora. O casamento foi na praia e o padre estava em um dos quartos.

Fui devagar pensando no que iria dizer. Ao chegar no quarto vi um homem de uns 30 anos, uns dois metros de atura com a batina toda levantada de pernas abertas em direção ao ventilador pude ver ele de cueca box branca, pernas depilada e umas coxas grossas. Assim que percebeu minha presença ele baixou a batina até o joelho e eu baixei pra dar a noticia e dar mais uma olhada naquelas pernas é claro rsrsrs!!!

Já abaixado dou a noticia e ele se irrita e fala varias coisas e eu não ouvi uma palavra do elefalou pois estava concentrado nas pernas dele. Eu já estava de pau duro quando ele disse que ia embora pois não tolerava atraso. Eu lenvantei e bruscamente passei meu pau na cara do padre. Eu fiquei desconcertado e pedi desculpa e ele discaradamente respondeu:pra que pedi desculpa por essa delicia?

Eu tranquei a porta coloquei o bichão pra fora da calça e o padre mamou feito um bezerro querendo leite. Bombei bastante aquela boca superquente. Depois beijei a boca dele e fui descendo mordiscando aquele corpo grandão e branco.meu tesão era tanto que tirei a cueca dele com a boca e logo descobri um pau pequeno mas muito duro. Chupei um pouco e logo estava abrindo aquela bunda enorme em busca daquele cu gostoso. Lubrifiquei bastante com a lingua. Encapei meu bichão e atolei gostoso. Ele reclamou um pouco e pediu pra colocar devagar mas a facilidade com que entrou denuciava que recentemente outra vara tinha arrobado aquele cú.

Bombei bastante com ele de quatro. Depois ele sentou gostoso.cavalgava com perfeição tirnado meu cacete por completo do cú e logo depois sentava com toda força fazendo entrar meus 19cm de rola por completo ficou assim um tempo e logo vi que ainda faltava meia hora pra noiva chegar e resolvi provoca-lo.eu gemia alto e forte dizendo que o cú dele era o mais quente e gostoso que eu tinha penetrado,que essa seria a melhor gozada da minha vida.chamava de minha putinha e quanto mais eu falava mais ele cavalgava e rebolava.depois de uns quinze minutos cavalgando ele se derretia em suor e já com as pernas bambas anuciou o gozo.

Gozou que o corpo todo estremeceu, más quase não saiu porra más se era porra que ele queria eu tinha um reservatorio completamente cheio e pronto para despejar.mandei ele ficar de joelho mim masturbei um pouco e gozei fartamente inundando toda a cara dele. Logo enfio completamente meu pau boca a dentro jorrando os ultimos jatos de porra na garganta dele. Depois fomos pro banho e novamente enrabei o grandão.ele tremia e mal se aquentava em pé.

Dessa vez gozei dentro daquele rabão quente. Tomamos banho nos vestimos e ele precisou comer alguma coisa e discansar um pouco pra poder celebrar o casamento.assim que sai todos perguntavam oque eu tinha feito pra acalmar o padre e eu dava uma desculpa qualquer.

Mais uma vez estou dividindo um segredo com vcs espero que gostem das minhas aventura que para o meu deleite são reais.

Porque quando se trata de sexo eu mim jogo completamente...


Autor: Andersomlima
E-mail - Não Divulgado
Skype - Não Divulgado
Conto Retirado da Internet.