Eu fiquei com aquela cena na minha cabeça, mal dormia a noite não via a hora chegar saida da escola para passar por aquele mato e ver de novo aquele belo mulato, seu pau vinha minha mente mal comsequi estudar direito, na saida o sol estava tinindo, logo chegou encruzilhada despeid meus primos e rumei ao mei caminho, assim entrei na trilha da mata la estava aquele belo moreno, eu estava com vergonha mas logo ele começou a papear e me chamou para sombra de uma arvore, e disse estou louco para fuder sua bundinha, eu ficava vermelho mas a vontade era mais forte.

Voce gostou meu pau eu balancei cabeça dizendo sim, ele logo colocou para fora, e disse ele esta louco para entrar seu burraquiho, meu cuzinho chegou a piscar, ele pegou minha mão levou até sua vara, com era gostoso segurar aquilo, eu mal punhetava ele enquanto ele percorria meu corpo, com mão asperas, do nada peguei seu pau coloquei a boca comecei a lamber aquela cabeçona roxa ele gemia e se contorcia, e dedilhava meu cuzinho..

Logo me colcou de quatro lambeu meu cuzinho enfiava um dedo, em sequida guspiu e colocou a cabeça ele forçava mas não entrava, eu abri bem minha unda e coloquei a cabeça bem na entrada e dizia agora vai bem devagar, ele forçou senti um estralo uma dor insuportavel, pedi para parar ele disse a cabeça entrou aquenta firme, eu soltei corpo e fiquei colado no solo, só senti ele me enterrando uma vara de 22 cms e grossa, era dor e prazer td junto, não demorou senti suas bolas baterem na minha bunda, cada estocadaele dava era uma dor horrivel, mas eu aquentava, gemia chorava e pedia me arromba arregaça minhas pregas ele fudia feito um animal, não demorou gozou dentro meu cuzinho ai começou arder mais, em sequida ele tirou estava td sujo fezes e sangue, ele disse agora vc viadinho esta td arrombado, tirei seu cabaço, eu ali desfalecido e com dor.. Disse tenho ir embora, ele amanha nois continua, eu pensei passar por esta dor di novo não sei se toparia..

Cheguei em casa me lavei, ardia um pouco passei uma pomada. Preta que achei no banheiro acho aliviou um pouco.. Aquela noite dormi feliz, agora eu tinha um macho e um segredo...


Autor: Marcos
E-mail - markramonestone@hotmail.com
Skype - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.