Meus primos Pedro e Bianca moravam em um interior bem longe da minha cidade e duas vezes por ano eles vinham passar as férias na minha casa. Eu tinha por volta de 12 anos e nunca tinha feito nada disso, muito menos essas brincadeiras de passar a mão no amigo.

Meu primo Pedro tinha 13 anos, não era muito atraente. Um pouco mais alto que eu e magro. Típico garoto do interior.

Uma certa noite eu estava quase dormindo quando ele entrou lentamente no meu quarto me chamando. Na hora, tomei um susto mas segui ele até a cozinha numa boa. Tava tudo escuro e todos na casa estavam dormindo. De repente ele pegou minha mão e levou até o pau dele por cima da roupa. Fiquei um pouco assustado pois era a primeira vez que eu pegava em um pau que não fosse o meu.

Fiquei alguns minutos mexendo naquele pau duro que parecia ser um pouco pequeno e fino. Minha curiosidade aumentou assim como o meu desejo. Lentamente tirei o pau dele pra fora e mesmo nervoso comecei a bater uma punheta desajeitada. Durante todo esse momento não trocamos uma palavra sequer.

Pedro abaixou um pouco o short e tirou a camisa. Logo em seguida ele mesmo abaixou meu short e me virou de costas. Então ficou passando a pau na minha bunda. Lembro como se fosse ontem, eu estava achando tudo muito estranho e ao mesmo tempo o perigo me excitava. Não sabia exatamente o que estava sentindo, mas era gostoso e eu não queria parar. Percebi que o que ele realmente queria era me comer e já que eu estava ali deixei rolar. Abri minha bunda, era um sinal de que ele podia entrar em mim. Ele entendeu no mesmo instante e bem devagar começou a enfiar o pau no meu cú.

Sem camisinha, sem cuspe, somente tesão e bastante inexperiência. Ele só conseguiu enfiar a cabeça do pau e ficou tentando forçar para entrar o restante daquele pau duro. E isso doía muito em mim, parecia que estava me rasgando. Com a covardia de um iniciante, não suportei a dor e desisti.

Mas essa foi só a primeira vez de inúmeras transas com Pedro. Depois de algum tempo, eu já estava mais experiente e consegui ir até o fim, chupei, cavalguei e fiz ele gozar muito.

Por causa dos estudos, ele veio morar com a gente e todo dia queria transar. De manhã, à tarde, à noite e principalmente de madrugada.

Mais no Blog: http://briankinsex.blogspot.com.br/2015/04/conto-erotico-minha-primeira-vez.html


Autor: Brian Kinney
E-mail - briankinney57@gmail.com
Skype - briankinney57@gmail.com
Conto enviado pelo internauta.