Vou relatar uma sacanagem que fiz com um cara no banheiro químico em um festival de música, foi uma doidera o que fizemos mas a hora e o lugar fez agente ficar num tesão que acabei arrastando ele pro banheiro. Mas enfim, vou me apresentar, meu nome é Gabriel, tenho 23 anos, tenho cabelo curto preto, pele clara, com pouca barba a fazer, tenho um corpo legal, umpouco definido por causa da academia que tenho feito. Gosto demais de festival de música e sempre vou quando tem.

Fui no Lollapalozza em São Paulo para ver Foo Fighters, umas das bandas que curto e todos sabem como é show em São Paulo, sempre cheio e vem gente de tudo quanto é lado. Chegou o dia e fomos eu e mais 3 amigos. Chegando lá já tratamos de ir na frente do show para ficar mais próximo possível. Assim que chegamos, ficamos conversando e bebendo esperando o show do O Rappa começar.

E foi quando um cara cutucou o meu amigo pedindo fogo para o cigarro, meu amigo entrego o isqueiro e começaram a conversar, e foi quando eu notei na rodinha do grupo desse cara, o Bruno de 21 anos, cabelo curto, umpouco mais alto que eu, cabelo enroladinho mais curto, pele lisinha e estava sem camisa e pude ver o peitoral dele lisinho e umpouco definido e com um sorriso lindo, é um menino de chamar atenção mesmo.

Nessa hora subiu um tesão, vontade imensa de pega ele de jeito, e assim fui olhando pra ele e acho que ele acabou percebendo. Como já tinha bebido umpouco e percebi que ele também foi mais discontraido chega nele. Na hora o meu grupo já estava misturado com o dele, já que no grupo dele tinha umas meninas que meus amigos ficaram doidos por elas. E nisso acabei ficando do lado dele literalmente e puxei assunto com ele.

Nessa hora percebi o cheiro de homem que ele tinha, já que estava calor. Fui falando com ele e sempre olhando pra aquele corpo definido que ele tinha mas tudo disfarçadamente. Mas algo me diz que ele percebeu.

Dae começou o show do O Rappa, isso fez as pessoas se apertarem mais, e acabei ficando na frente do Bruno. Na verdade achei que não daria em nada por isso nem liguei ele atrás de mim. Mas quando passou umas 3 músicas, sinto que o lugar que eu ficava aperto mais ainda a ponto do Bruno fica bem perto de mim. E uma música que fez agente ficar pulando pude senti ele bem colado de mim, quase me encoxando. Comecei a senti tesão por aquilo, sabendo que estava sendo encoxado pelo Bruno. Nisso aproveitei e fui empinando a bunda e como estava apertado, ninguém sabia o que rolava embaixo.

Nisso comecei a senti o pau dele já duro, roçando entre a minha bunda, e pude senti a respiração ofegante, não sei se era do show ou que ele estava gostando, só sei que estava muito bom. Nem quis olha pra trás pra ninguém perceber, eu conversava com meus amigos sem eles saberem que estava rolando tudo isso atrás. E ouvia o Bruno também conversa com amigos dele. Estava adorando tudo aquilo, sentindo o pau dele na minha bundinha. Depois de algumas músicas mais e muita encoxada queria investir mais.

Coloquei a mão pra trás e pude pega no pau dele dentro do short tactel dele. Estava duraço e pude senti que estava babado já de tanto que ficou me encoxando. E fiquei lá alisando aquele pau sem ninguém perceber. Até que o show acabou e já estava escuro e voltei minha mão pra frente e percebi que ele afastou também.

Dae falei pro meus amigos que iria no banheiro e que pra eles ficarem lá mesmo que já voltava. Quando saiu, minha surpresa, o Bruno atrás de mim. Olhei pra ele e ele estava com um cara de safado com o sorrisinho lindo. Falei:

- (Eu) Você é doido fazer aquilo.

- (Bruno) Fala que você não gostou?

- (Eu) Claro que gostei.

- (Bruno) Vamos terminar o que começamos lá?

- (Eu) Você é louco, onde aqui?

- (Bruno Tem um banheiro químico isolado lá trás, ninguém ve.

- (Eu) Não sei cara, se alguém ver?

- (Bruno) Ninguem ve não, já vi la e é tranquilo.

Fiquei com medo de tudo aquilo de alguém ve, mas como estava com muita tesão de tudo aquilo eu fui. Chegando lá percebemos que o banheiro estava cheio. Dae combinamos de esperar começa outro show que ficaria vazia. Assim fizemos, ficamos conversando e descobri que o nome dele era Bruno que era de São Paulo mesmo, falamos de várias coisas até que começou, como era uma banda que não gostávamos nem ligamos. Combinamos de ele ir primeiro e deixa aberto e logo depois eu fui como se estivesse vazia e entrar. Foi o q fizemos.

Quando entrei ele trancou a porta e logo foi me beijando passando a mão em todo meu corpo, logo tirei minha camisa. Fui logo lambendo aqueles peitinho dele e fui puxando o cordão do short dele, ele retribuiu abrindo meu jeans. Passei a mão toda nele e vi que estava de pau duraço. Tratei logo de tira a cueca dele e peguei naquele pau e botei na minha boca, fui chupando ele e ele gemendo de prazer. Enquanto ia chupando, fui abaixando meu jeans e ficando de cueca. Ele logo foi com a mão ao encontro da minha bundinha, queria senti aquele pau dentro de mim. Me levantei e fui logo beijar a boca dele, que delicia. E assim eu falei:

- (Eu) Quer me comer?

- (Bruno) Logico, vira essa bundinha pra mim.

Virei e ele abaixou minha cueca, ele encapou o pau dele, já que lá no evento eles entregaram umas camisinhas e eu e ele guardamos. Empinei a bundinha e ele deu um guspi na mão e passo no meu cuzinho. Foi quando senti o pau dele entrando, senti que ele iria me rasgar, e foi forçando cada vez mais e eu sentindo mais dor. Mas estava bom demais sentindo aquele cara metendo um mim.

Foi quando senti o pau dele todo dentro de mim e começo um vai e vem gostoso, comecei a geme sentindo aquele pau duraço dentro de mim e começo a faze barulho, até fiquei preocupado de alguém ouvir. O banheiro começou a ficar quente e senti o suor correndo da minha pele e na dele, até que ele falou que estava quase gozando.

Falei pra ele goza gostoso dentro do meu cuzinho e foi que senti ele apertar minha cintura e gozo gostoso, pude senti ele enchendo a camisinha de porra. Mandei ele não tira o pau dentro de mim que iria gozar também. Dae bati uma gostoso e gozei todo no vaso de plástico que tem lá.

Colocamos as roupas e saímos rapidinho de lá, rimos da situação toda e fomos ao encontro com meus amigos mas no final não acabamos nem encontrando meus amigos e nem ele, dae resolvemos fica só nós dois curtindo o show junto. E claro ele atrás de mim me encoxando.

Depois trocamos telefone e combinamos de encontra em São Paulo. E na saída encontramos meu amigos e ele os deles e fomos um pra cada lado sem ninguém perceber.


Autor: Gabriel
E-mail - Não Divulgado
Skype - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.