Minha esposa há muito tempo vinha pedindo para que eu contratasse um pintor para dar uma melhorada na casa.Eu não estava muito afim de gastar, então não me mexia.

Um belo dia ela falou que tinha arrumado um pintor e ele vinha sábado de manhã para ver o serviço.

Ela marcou mas foi viajar e deixou que eu mostrasse a casa para ele.levantei cedo, estava muito calor, resolvi ficar na piscina tomando uma cerveja.

Logo tocou o interfone e eu me lembrei do pintor.Devia ser ele.

Meio irritado fui atender de sunga mesmo.

Quando abri o portão me deparei com um negro alto, musculoso, de calça jeans e camiseta apertada.Ou seja um belo exemplar de macho.

-- Oi, sou o João, a Dona Lu me pediu pra vim ver o serviço.

-- Oi sou o Bruno, marido da Lu.Vamos entrar que eu te mostro o que tem pra fazer.

Mostrei toda casa pra ele.

-- É isso aí, depois você combina com a Lu quando ela voltar.

-- Tá certo.Vai dar pra fazer o serviço sim.

Ele ia saindo.

-- Quer tomar uma cerveja?

-- Aceito .Tá muito quente.

Sentamos na beira da piscina e ficamos bebendo um pouco.

-- Tá quente mesmo.Se eu tivesse uma sunga eu entrava na piscina.

Entra pelado mesmo.Só estamos nós 2 aqui.

-- E a Dona Lu pode chegar.

-- Ela viajou fica tranquilo.

Ele deu uma risadinha e tirou toda a roupa.Pelado , eu vi aquela rola grossa e grande.Meu Deus! Que tamanho será isso duro.

Ele mergulhou , nadou um pouco.

-- Não vai entrar Seu Bruno?

Eu levantei, fui em direção a piscina.

-- Eu tô pelado e você vai entrar de Sunga?Aí eu fico em desvantagem.

Ri, tirei a sunga e mergulhei, passando perto dele debaixo da água.

Ficamos nadando , conversando coisas sem importância.Ele começou a nadar em volta de mim e eu fingindo que estava fugindo dele.Logo ele nadou por trás de mim e me segurou.

-- O peixe-espada te pegou.

Senti a rola já dura roçando em mim.Ele sentou na beirada da piscina e me puxou pra dar uma chupada nele.Caí de boca naquela rola que mal cabia.

-- Chupa viado, desde que abriu o portão eu sabia que você queria rola.Mama aí.

Chupei um bom tempo, até que ele jorrou dentro da minha boca.

-- Chupa melhor que a Lu.Quero ver se o cuzinho também é tão gostoso quanto o dela.

Safado, tava comendo minha esposa.

Fomos pro quarto, peguei o KY da minha esposa. Ele já tava de rola dura de novo.

Me pos de 4 lambuzou meu cu e meteu a rola sem dó.

-- Aguenta mais que Lu , né viado?Tá dando muito a bunda.

Nem ouvia direito, só queria aquela rola entrando e saindo do meu cu.Gozei muito nessa primeira enrabada.

Depois que ele gozou também, ficamos conversando e ele me contou que tinha comido minha esposa essa semana, e que agora entendia porque ela tava louca por rola.

Prometeu que ia pegar o serviço e comer nós 2 enquanto durasse o serviço.

Me comeu duas vezes ainda , e o melhor a pintura durou 2 meses.

Depois disso ele ainda revezou entre mim e a Lu, sem que ela soubesse por quase um ano.

Hoje tenho um amante fixo, tão delicioso quanto esse gostoso pintor.

Autor: Bruno
E-mail - Não Divulgado
Skype - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.