Fui convidado pra passar o natal na casa de uns amigos que eu conheci aqui na cidade. Como de costume eu sempre bebo além da conta.

Eu estava bêbado de mais e com muito sono. Deric disse que eu poderia subir e dormir na suíte do irmão dele, lá é o único lugar tranquilo e ninguém iria me perturbar.

Mais tarde, eu acordo com o barulho de chuveiro ligado, a porta estava meio aberta logo fui olhar pela fresta.

A visão era perfeita, vi o irmão do Deric tomando banho, alisando aquele belo corpo de academia, seu pau meio bomba cheio de espuma.

Fiquei ali para na porta de pau duro, querendo muito entrar no box com ele.

Depois que ele desligou o chuveiro voltei pra cama e fingi que ainda dormia. Logo ele veio com o corpo molhado, sem tolha, tudo amostra, uma pica linda balançando.

Ele parou do meu lado e começou a se enxugar esfregando a toalha entre as pernas, bunda, saco. Meu pau já estava rasgando minha calça, tava babando feito loco com a situação.

Ele ficou me encarando um tempo e percebeu que estava de olhos meio abertos e disse “Já pode abrir os olhos cara, eu sei que você tá gostando!”

Puts! Eu fiquei gelado na hora, mas abri. Dai ele continuo se exibindo pra mim sem nenhum pudor.

Ele sabe bem seduzir: mordia os lábios, apertava o pau depois as bolas, esfregava as mãos na bunda. O carinha é filé mesmo, qualquer um fica de pau duro com ele.

Não aguentei muito tempo e comecei a me despir também. Me aproximei e cai de boca naquela pica meladinha de porra. Chupei como se fosse a ultima pica do mundo.

Ele metia na minha boca como se tivesse fodendo. Deitei ele de costas na cama continue chupando sem parar, depois e comecei passar a língua no seu saco, depois no seu cu.

Ele gemia sem parar, tampei a boca dele e continuei lubrificando a entradinha do seu cu com minha língua. Comecei penetrando bem devagar, seu cu estava quentinho piscando sem parar.

Comecei a estocar mais forte e aumentar o ritimo, arrancando ainda mais gemidos do cara, até que ele anunciou que ia gozar.

Continuei bombando freneticamente.. de repente ele jorrou muita porra no seu abdome, passei a mão e coloquei na boca dele, ele curtiu pra caramba.

Continuei bombando com muita força no seu cuzinho que não parava de piscar no meu pau. Não demorou muito e eu acabei gozando dentro do seu cu, tesão demais, escorreu porra de todo lado. Ele tem uma boca linda e beija gostoso pra caralho.

Muito bom foder um cara cheio de energia feito esse. Ficamos ali deitados um tempo trocando ideia, depois fomos pro chuveiro pro segundo round né. Dai já é outra historia...

Quem quiser trocar ideia no Skype me adicionem ae...

Vai ser bom tc com alguém que saber foder gostoso também.

Autor: Zero Horas
E-mail - zero_horas@hotmail.com
Skype - zero_horas@hotmail.com
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta