Sempre fui um garoto muito sapeca.

Essa história que eu vou contar é relacionada a meu tio mas já dei para o filho dele, no caso meu primo que tirou meus dois cabaços. Eu sempre fui fiel ao conhecimento do meu tio, muitas coisas que não perguntava aos meus pais perguntava a ele. Certa vez fiquei preocupado por um pentelho inflamado que estava e mostrei pra ele e ele disse que era normal, perguntei pra ele se ele tinha também e ele disse que não e nisso colocou a rola pra fora e me mostrou que não.

Éramos homem, não tinha nenhum problema de ele me mostrar e não vi nenhum pelo inflamado mesmo, só uma pica gigante de + - 21cm e mt grossa. Fiquei com aquela imagem sempre na cabeça e quando podia, perguntava coisas para ele sobre o corpo, para que ele me mostrasse o pau.

Ele sempre curtiu uma Caipira forte, e praticamente todo dia ele bebia e todo dia ficava bêbado. Num certo dia ele decidiu ir pra minha casa. Meu tio sempre foi fã de filme pornô e sexo. Então chegando na minha casa, ele foi numa locadora comigo e alugou 4 filmes onde um deles era porno.

Ficamos vendo os filmes e ele bebendo como de costume, quando chegou no pornô, ele estava tão sem maldade que até chamou meu pai para ver tb as mulheres e os comentários de homem sempre né "que buceta e tudo mais". ficamos vendo tudo e tudo. Por fim o filme acabou, meu pai tinha saido para tomar banho e meu tio havia pego no sono.

Eu como sempre muito louco, estava afim de ver a rola dele. Peguei uma Playboy que tinha aqui em casa e fui acordar ele pra ver. Ele estava muito bebado e mesmo assim foi ver a revista. Começou a dizer, UUUUI que buceta linda e ai que veio a surpresa:

Ele estava com uma calça de abrigo, então vi que ele ficou excitado e perguntei - Nossa o cara fica excitado né tio? Nesse exato momento ele perguntou: - Quer ver? e eu não entendi e perguntei como assim e ele pegou minha mão e colocou em cima do seu pau mega duro.

Fiquei, assustado mas fiquei, já senti toda a maldade e eu disse "ah mas pra fora da calça nem da volume" nisso ele tirou pra fora a rola que dura era maior ainda do que eu já tinha visto. Nisso num tom de saber o que ia acontecer disse: "na boca isso não da nem graça". Nisso ele colocou a mão na minha cabeça e direcionou a seu pau. CHUPEI CHUPEI CHUPEI MUITO!

Era muito bom, era grande mas o gosto daquele cacete era demais. Lambia como ninguém ele dizia. Chupava como se estivesse chupando um pitulito depois de comer algo azedo. Chupava com uma vontade que só eu sei.

Logo depois baixei minha calça também e fui em direção a ele e por surpresa ele também me chupou. QUE BOCA. Ele sabia o que fazia, não sei se fui o primeiro pau.

Logo depois disso virei ele na cama e coloquei o meu pau no seu cuzinho e comi ele de lado ele querendo me comer mas eu n sou tolo, ia doer demais. comi e quando vi que o chuveiro parou sai e fui pra garagem. bati uma punheta e fui dormir, no outro dia são acredito que ele não se lembrasse de nada mas depois, toda a vez que eu ia na casa dele, sempre me fazia de mal entendido e dava um jeito de chupar aquele pau e que pau!

Autor: Josue
E-mail - Não Divulgado
MSN - Não Divulgado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta