Pratico corrida de rua a algum tempo, mas nunca imaginei que poderia ser tão gostoso assim.

Certo noite enquanto corria, um carro que passava buzinou e me seguiu por alguns metros até se distanciar.

Continuei correndo e mais a frente para minha surpresa o mesmo carro vermelho estava parado.

Um homem loiro fez sinal de dentro dele como se buscasse uma informação.

Parei, me aproximei e ele disse: "esse rabo corre para onde" já com a vara duríssima na mão. Olhei e minha boca encheu d'água.

Respondi, "para onde quiser". Fez sinal para eu entrar e sem rodeios sentei na carona.

Perguntou se eu já havia chupado um cara enquanto ele dirigia, respondi que não, ele disse "pode começar".

A vara era linda, enorme, segurei com força e a vontade aumentava. Bati uma punheta enquanto ele se afastava do movimento e então, mamei como nunca tinha feito na vida. Delícia, minha boca se enchia de prazer.

Chupei até ele gozar em minha boca, ai desci do carro e ele seguiu.

Adorei mamar um estranho.

Autor: Fabiano
E-mail - laricdzinha@live.com
MSN - Não Divulgado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta