Boa noite galera. Me chamo Gabriel, sou da chapada diamantina-BA.

Primeiramente deixa me descrever, sou alto 1,88, branco, 26 anos, um pouco acima do peso 100, mas por ser auto nem pareço, tenho 20cm de piru e uma boa bunda, sim sou versátil, como a maiorias dos caras dessa região sou bissexual, e não desses incubados que se dizem bi e só fica com homens. Agora é o seguinte, sou macho e só curto macho, no sigilo, na intenção de não querer nada a sério, só uma amizade saudável e boa pra todos ! ! !

Vamos ao conto, pow to eu em casa sem nada pra fazer, quando um brodaço me liga, perguntado se eu tava afim de mexer num só de carro lá na casa dele? Porra, sábado a tarde sem nada pra fazer, lá vou eu, sem nenhuma intenção.

Chego e de cara vejo ele de short tipo futebol. Cara o Henrik, é muito gostoso, filho de húngaro com brasileiro, deu a ele um belo par de pernas, bunda branca peludinha, 1.90, 25 anos, peito normal, peludo muito gostoso, mamilos bem rosinhas, cabelo escuro pelos ombros, um belo de um piru, roliço, reto e 18cm.

Voltando a historia. Chego na casa a mãe e o pai dele tinham saídos pra compras do fim de semana, numa cidade vizinha, ele me grita na garagem, e lá vou.

Mexe aqui, mexe ali, tomamos uma descarga elétrica leve, rimos por isso, e voltamos ao trabalho, nada de dá certo, 2h depois sucesso no conserto. Deitamos ao lado da caixa de som, e relaxamos, foi nesse momento que percebi como era lindo aquele corpo, branco, peludo, molhado de suor, o grave do som bateu certo e ele levantou me pegando apreciando aquela escultura. Fiquei sem graça, mas ficou um momento tenso, daí ele brinca se tu tivesse afim poderíamos brincar de alguma coisa diferente.

Ele pegou uma cama velha, que tava por lá colocou o som embaixo da cama e em cima da cama colocou um colchonete, ligou o som novamente e setamos na cama, aquela batida do som nas costas, na bunda , pernas foi de mais.

Não aquentei e dei um pulo em cima dele, deixando-o assustando, mas segundo depois ele retirubuiu, sem pudores, foi logo tirando minha camisa, meu short, e eu tirei o dele cai de boca no pau, suado, com cheiro de macho, chupei as bolas, desci ate o cuzinho peludinho fiz um cunete, ele resitiu dizendo que não. Daí ele me joga na cama morde meus peitos desce ate o pau e chupa meio sem jeito, tenta colocar um dedo no meu cu e não consegue.

Novamente assumo a posição ativa, o jogo na cama, trago suas pernas pro meu pescoço e vou ate o cu, deixo ele doido aproveito e lubrifico bem, disse que iria só colocar a cabeça por fora pra ele senti, e masturando ele, qunado percebo que ele ia gozar, meto minha caceta toda sem dó nem piedade, o muleque geme, goza enlouquece, tenta rebolar e se mela todo de gala.

Não resito e gozo naquele cuzinha que fora viregem ate pouco tempo atrás.

Cara, na moral fude com o grade do bom na cama não tem preço, sensação única.

Abraços.

Se tiverm pela chapada, forem discreto, sigilosos e machos me add no skype.

Autor: Gabriel
E-mail - pedrohmark@hotmail.com
MSN - pedrohmark@hotmail.com
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta