Depois que levei pica do meu negro suado, gostoso e picudo não parei de pensar naquele homem viril e naquele pau delicioso.

Estava retornando de riachão do jacuípe para jacobina, então decidi descer em capim grosso para aventurar um encontro com ele.

Então cheguei na praça de capim grosso, olha quem eu encontrei: ele, só que todo arrumado, lindo. Me aproximei e perguntei se não queria relembrar a última foda. Na hora ele concordou e disse pra eu acompanhá-lo até um mato.

Chegamos a uma construção, ele mandou eu pegar em sua thola. Estava dura igual uma pedra. Amaciei, esfreguei, abri sua calça e comecei a punhetá-lo, até ele dizer: Chupa!

Não pensei duas vezes, tratei de lamber aquela doce pica, depois de algumas lambidas, comecei chupar do jeito que o gostoso pediu.

Chupava e alisava suas costas e apartava a sua bunda.

Inexplicavelmente ele começou a foder minha boca, parece que não gozava a dias, então disse: Vou te dar leite. Eu disse:

- Não, me come primeiro pauzudo. Ele falou:

- Depois.

Então gozou na minha boca. O jato foi poderoso, adorei.

Depois lambi aquela pica até ficar limpinha.

Retomamos agora o tesão era maior, ele dizia que ia me foder todo. Tratei de baixar minha calça, tirei a sunga, lubrifiquei o cuzinho, coloquei as mãos na parede da construção e disse:

- Mete esse pedaço de carne em mim, mete!

Ele meteu, o dedo médio inteiro e ficou metendo e tirando, mandou eu me abaixar e voltar a chupa-lo, foi isso que eu fiz, uma cena fantástica, o cara me comendo com o dedo e eu chupando sua pica deliciosa e suculenta.

Quando meu cuzinho já se transformara em um cuzão pidão ele disse:

Vou te comer. Eu respondi:

Come!

então ele meteu de vária posições: em pé, de quatro, com as mãos na parede, sentou-se para eu rebolar com seu pau no meu cú, foi muito bom, mas o melhor foi os nomes que ele me xingava enquanto fodia: cachorra, vagaba, putinha, viado cuzudo, gostoso, bicha, dizia no meu ouvido que eu chupava melhor do que muitas mulheres, no final, gozamos muito e ele falou-me que o único homo com quem fodia era eu!!!

Se é verdade eu não sei, mais que meu cu, minha boca, e minha mente já se acostumaram com aquele monumento de pica!

Autor: João Alex
E-mail - vdc69@hotmail.com
MSN - Não Divulgado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta