Olá. Meu nome é Vinícius, tenho 37 anos, branco, gordinho. Sou da cidade de São Paulo e o que vou contar aqui aconteceu em novembro de 2012.

Um dia, num desses sites de encontros gay, um cara me chamou a atenção. Tinha 49 anos, negro, 23cm de rola grossa. Era casado com mulher e estava a fim de enrabar um urso.

Até então, nunca havia experimentado um negão, nem uma rola desse tamanho. Me canditei na hora e decidimos marcar um encontro.

Nos encontramos no shopping e quando vi José ( esse era seu nome ),fiquei excitado. Ele era alto, um pouco acima do peso ( adoro! ) e, como eu, falava grosso.

Tinha uma barba por fazer grisalha tentadora. O bate papo foi rápido e decidimos ir para um motel.

Chegando lá, mal entramos e começou a pegação. Nos beijamos intensamente e nos despimos, até ficarmos de cueca.

Como era gostoso aquela barba por fazer roçando no meu corpo e aquele volume duro me encoxando, doido para pular da cueca! Ajoelhei e decidi encarar de frente o material.

Quando baixei a cueca de José, dei de cara com uma rola negra enorme, cabeçuda e grossa!

A chapeleta, ja toda babada, exalava um cheiro forte de mijo e macho, me deixando ainda mais excitado!

Caí de boca naquela piroca na hora. Poucas vezes senti tanto tesão! Mamava sem parar! Aquilo que era uma rola de verdade!

Ele também estava gostanto muito, pois gemia sem parar, principalmente quando contornava a cabeçorra com minha língua. As vezes forçava a pica goela abaixo. Que delícia!

Para melhorar, começou a bater no meu rosto com aquele mastro enorme, enquanto me chamava de puto e sem vergonha. O cara era bem dominador. Fez eu lamber seu pezão 43 ajoelhado, o que adorei!

Ele me colocou de quatro na cama e começou a cuspir e lamber meu cu, que piscava sem parar. Já estava delirando e me preparando para o que estava por vir. Então chegou a hora...

Ele pegou uma camisinha GG e encapou seu pau. Eu, por minha vez, enchi minha rosca de gel. Quando começou a roçar a cabeça na entrada, já estava suando frio, embora doido para receber a rola inteira.

Não conseguiu colocar nas duas primeiras vezes, pois doía muito. Na terceira vez socou tudo de uma vez, me arrancando um grito de dor. Mas acabou entrando tudinho!

Socava sem dó, rasgando e laceando meu guloso cuzinho! Passado o primeiro momento, o resto foi só prazer! Como era gostoso ter um macho daqueles arregaçando meu rabinho!

Comecei a pedir mais, ao que José me dava um belo tapa na bunda e me chamava de sem vergonha!

Fodemos em todas as posições possíveis e por longo tempo. Fiquei todo arrombado!

Foi então quando tirou o pau de mim e a camisinha do pau, mirando no meu peito. Tomei um baita banho de leite daquele negro maravilhoso! Gozei logo em seguida.

Ficamos a braçados e tomamos banho juntos, mas meia hora depois estávamos fodendo de novo. Foi uma tarde e tanto!

Espero que tengam gostado. Caso algum negro ativo esteja a fim de foder um gordinho peludo e másculo, sempre com discrição, é so me procurar, meu email está logo abaixo.

Abraços.

Autor: Vinicius
E-mail - ursokerpistola@yahoo.com
MSN - Não Divulgado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta