Eu e o Japonês fazíamos Faculdade juntos, um dia foi passar o Carnaval na casa dos pais dele.

À noite fomos para um clube voltamos de madrugada com vários amigos dele fazendo a maior bagunça e bebendo. Quando chegamos a casa ele disse:

- Vamos tomar banho meu corpo ta colando de suor, vamos tomar juntos, tá bom?

- Há não, vai você depois eu tomo espero minha vez.

- Vamos juntos por que é mais rápido e faz menos barulho e não acorda meus pais, ta com vergonha de ficar pelado comigo?

A gente toma de cueca não precisa ficar pelado.

Meio sem graça concordei, entramos no Box os dois só de cuecas, eles estava de cueca branca molhada logo ficou transparente eu disfarçava, mas não tinha como ver seu pau dentro dela, ele se ensaboava na minha frente passando a mão por todo o corpo, ele não tinha um fio de cabelo no corpo era todo lisinho ele me percebeu olhando e disse:

- Caralho como você é peludo, da uma muda estes para mim. E passou a mão no meu peito peludo.

Eu tremi de tesão na hora, de sacanagem abaixei um pouco a cueca mostrando meu pentelhos e disse:

- Pega aqui.

Pra minha surpresa ele encheu a mão no meu pau.

- To brincando. Eu disse.

- Eu não. Disse ele tirando a cueca.

- Eu trincava de tesão, e também tirei a minha.

Ele me puxou pela cintura dizendo; Vamos fazer um duelo de espadas e começamos esfregar nossos pau.

Comecei a apertar aquele corpo lisinho e logo estava de pau duro chupando os seus mamilos e ele me retribuía as caricias.

Virei ele de costas e comecei a esfregar na bunda e a punheta-lo ele se deliciava. E me retribuiu o favor fazendo o mesmo.

Nos punhetamos muito . Enfiei no meio de sua pernas , o goso vinha chegando ai eu disse:

- Ajoelha.

- Não vou chupar, só quero bater.

- Tudo bem só quero gosar no seu peito.

- Vem me labuza.

E foi o que fiz gozei muito esta mole , ele se levantou e disse agora é minha vez, quando ia me ajoelhando ele disse:

Assim não, vira para parece e abre as pernas. Apoiei as mãos na parede e abri as pernas como ele pedir , ele se esfregava em mim.

- Empina a bundinha vou gozar. Eu obedeci e senti o leite dele na minha bunda e gemia de prazer. Terminamos os banho e fomos para o quarto.

- Caralho não acredito no que aconteceu.

- Nem eu, fazia tempo que não gozava assim.

- Não quero ficar de cueca gostei de ficar pelado com você , eu disse tirando a minha ele fez o mesmo e ficamos os dois nus de pau mole nos bulinamos um pouco e fomos dormir.

- Boa noite.

- Boa noite, a amanhã tem mais?

- Com certeza, o carnaval só começou.

PS: Quem diz que Japonês tem pau pequeno é por que nunca viu o pau duro o tamanho da rola que fica.

Autor: Rubem
E-mail - Não Divulgado
MSN - Não Divulgado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta