Num período de férias, eu e outras pessoas da minha família fomos ao sítio da minha prima, lá tinha um pessoal da familia da mãe dela. Ela tinha um primo chamado Matheus, 1,80m, moreno e muito gato. No momento em que o vi meu pau ficou duro.

Eu fui pra piscina me refrescar junto da minha irma e da minha prima. De repente ele chegou, aquela delícia, com um volume grande na sunga vermelha. Pulou na piscina e começou a conversar com a gente. A minha prima chamou a minha irma pra jogar voltei e elas foram, me deixando sozinho com ele. Estavamos conversando sobre filmes, sentados nos degraus da escada da piscina. Algumas vezes ele arrastava a sua perna na minha e eu sentia o maior tesão. Ele começou a falar do American Pie que o rapaz estava se masturbando, a avó dele chega e ele acaba gozando nela.

Até ai tudo estava normal. Até que ele disse que tinha muito tempo que ele nao se masturbava e que estava com muita vontade naquela hora. Foi quando ele passou a mao na sunga onde estava o seu pênis ( o que fez meu pau levantar), e me perguntou se eu não gostaria de ir com ele num lugar que isolado perto dali que ele conhecia, pra gente poder se masturbar e conversar abertamente sobre putaria. Não tinha nada que eu quisesse mais naquele momento do que ficar a sós com ele.

Vestimos roupas, saimos do sitio e pegamos uma trilha que passava dentro de um matagal. Ficamos falando coisas insignificantes até chegarmos no lugar, que era um espaço de grama com poucas árvores. Ele tirou a camisa e a bermuda e eu repeti. Nós nos sentamos e tiramos os pintos pra fora e começamos a nos masturbar. Eu quase pirei quando vi a grossura da rola dele, estava doido pra chupar ele todo, mas como sou tímido nao fiz nada. De repente ele parou e disse que estava meio sem graça. Foi aí que eu me soltei, sentei pertinho dele e dei um beijão nele. Então ele me deitou, subiu em cima de mim, me beijou e relou a sua rola na minha.

Eu peguei aquela " tora" e chupei, chupei muito. Ele gostou e disse que nunca tinha transado com homens, que so tinha tido fudido garotas, mas que agora ele nao queria mais garotas, queria só a mim. Depois de ouvir isso eu falei que seria dele não só naquele dia mas por toda minha vida, e pedi pra ele me fuder, como se fosse a ultima coisa que ele fizesse no mundo. Neste momento ele fez uma deliciosa massagem com a língua no meu ânus e depois me fudeu. Nós ficamos em muitas posições diferentes e ele gozou duas vezes, primeiro no meu cu e depois eu chupei a rola dele de novo, ele gozou na minha barriga e depois deitou-se em cima de min e ficamos nos beijando e acariciando.

Desde então ele me fode quase todos os dias e de vez em quando pede pra eu fudê-lo.

Autor: Vinícius
E-mail - Não Divulagado
MSN - Não Divulagado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta