Continua da dominação.

O alemão então começa cutucar meu anel para entrada do seu ferro, mas como estava com muito medo estava forçando as pregas para não entrar.

Como a cabeça do pau do Alemão era do tipo flecha, pequena na frente e depois vai aumentando de tanto cutucur ela começou a entrar, então o Alemão disse:

- Como tu é legal comigo vou dar uma dica que minha mulher faz para levar meu pinto, presta a atenção e obedece, senão vai doer mais para voce.

- Relaxa bem teu rabinho, deixa ele bem soltinho, então fiz achei melhor obedecer.

- Agora pensa em alguma coisa bem longe, nem lembre que está aqui.

Enquanto eu me distraía o Policial enfiou a metade da cabeça, quando percebi, apertei seu pau com as minhas pregas pois comecei a sentir uma dor forte.

Ele percebendo que iria perder força empurra a cabeça para dentro do meu cuzinho.

Começa minhas ofensas:

- Seu desgraçado tá arrombando meu cuzinho, tira já este troço.

Ele firme e paciente diz:

- Te avisei para relaxar, você quiz trancar o cu, acabou perdendo as pregas no anel, relaxa e não tenta tirar a cabeça senão te empurro tudo de vez, ai vou ter que te levar para o médico costurar teu cuzinho depois.

Tentei me acalmar com o cu ardendo muito e fui um pouco para frente para tentar tirar um pouco do meu sofrimento, mas o Alemão percebeu:

- Viadinho tá tentando ainda sair da pica! Ele foi para frente junto comigo saindo apenas a metade da cabeça, logo enterrada denovo e empurrado mais uns 5 cm de varra. Suas mãos fortes me seguraram a cintura e reclamei denovo:

- Filho da puta! Tá me judiando de propósito, eu aqui de quatro te dando meu rabo e o senhor me maltratando.

Ele reagiu:

- Teu cu é tão gostoso de rasgar que dá vontade de tirar uma por uma suas pregas.

- Tá bom, vou te ensinar mais um pouquinho para que não sofra tanto no meu ferro.

- Minha mulher para evitar que eu machuque vai com a bucetinha empurrando ela mesma meu ferro para dentro, assim dói menos, quer tentar?

- Tá bom. Fui dando a ré e oferecendo meu cuzinho para aquela torra, mas como cada vez ficava mais grossa não consegui avançar muito.

O Alemão então elogiou:

- O viado corajoso conseguiu colocar no seu cu a metade do meu ferro.

Pedi então a ele:

- Me come só com a metade? outro dia eu volto para o resto.

Ele aceitou temporariamente, fazendo um vai e vem de leve que após uns minutos começou a parar de doer.

O Alemão percebendo que estava me frouxando resolve em uma das idas enterrar o resto, me jogo para frente o máximo que posso, mas ele se percebe e me puxa me fazendo sentar sobre todo seu cacete.

Minhas pernas começam a tremer e a dor era tão forte que só consegui gemer.

Ele então me incentiva:

- Levanta Joquinha, mas sem tirar o ferro!

Eu achando que estava fazendo a melhor coisa, volto para a posição de quatro, mal me ajeito e ele diz:

- Rebola no meu ferro, vamos! Rebola no meu ferro! senão todas suas pregas do cu serão arrebentadas, assim teu cu fica frouxinho ou você prefere que eu soque e arrebente uma por uma?

Obedeço vendo que não tem outra saída.

Após uns 5 minutos o rabo começa a parar de doer, fica apenas ardendo. Meu macho percebe que estou pronto e começa a socar mais forte.

Começo novamente a reclamar:

- Ai, ai ai ai, ta ardendo muito, põe devagar!

O alemão fica cada vez mais oriçado com meus gemidos e começa a xingar:

- Joca cuzão do alemão, pediu uma chupeta e levou no cuzão.

- Melhor que uma bucetinha é o rabinho do Joquinha.

- Toma, toma no cuzinho! Viado de cu apertado!

- Hoje você vai sair rasgado!

- Vai lembrar pra sempre do alemão que afrouxou seu rabo.

No meio das sacanagens o Alemão cada vez socava mais rápido, meu cu já nem sabia mais como se defender e só gemia:

- UHH, Ai!Ai como dói! Macho Pirocudo! Que ferro mais quente, tá me queimando por dentro!

Minhas palavras so aumentavam o tesão do Alemão que não aguentou mais e encheu meu rabinho de leite, não sei como, mas gozou mais que na primeira vez.

Senti o calorzão no rabo, meu macho continuou engatado em mim, então me viro e levo um susto. O outro policial estava olhando pelo parabrisa a minha arregaçada.

O Alemão também leva um susto e tira tudo de um vez do meu rabo, fazendo com que o leite escora pelas minhas pernas.

O policial moreno vendo nosso desespero, abre a porta do furgão e diz:

- Fiquem frios faz tempo que quero assistir um viadinho sendo arregaçado por um macho varrudo.

- Vocês dois deviam ter gravado para poder ver os detalhes depois, o equipamento tá todo aí.

Fiquei meio relaxado e depois preocupado, será que o Alemão gravou?

Continua...

Autor: Joca
E-mail - joca-silva2013@bol.com.br
MSN - Não Divulgado
FONTE - Conto Enviado pelo Internauta