Essa história aconteceu quando eu tinha 7 anos de idade, hoje tenho 18.

Tinha o olhos e cabelos castanhos, liso, era magrinho, tinha uma bundinha bem redondinha, que de certa forma chamava atenção.

Nessa época, eu morava em um condomínio no bairro Leopoldina, em Porto Alegre, com um grande pátio, praça e várias crianças.

Eu nem sabia nada sobre sexo nessa época, eu só queria brincar.

Tudo começou quando eu conheci um garoto um ou dois anos mais velho, chamado Leonardo. Eu ñ reparava nessas coisas, mas hoje eu digo que ele era bem bonitinho, loirinho com cabelos cacheados.

Eu conheci ele pelas andanças pelo pátio do condomínio, e sem saber por que, ele começou a implicar comigo, fazendo eu evitar ele.

Porém, certo dia, ele estava com outros amigos da mesma idade dele, eram maiores que eu, e me chamaram para entrar em um dos prédios e como eu era tímido demais para dizer ñ, eu fui.

Quando estávamos na escada, ñ me lembro como, eles me convenceram a fazer umas brincadeiras estranhas; pediam para baixarmos as bermudas e ficarmos pelados. Eu estranhei os paus deles estarem duros, pois ñ entendia nada daquilo, só ia me deixando levar.

Aos poucos, fui perdendo o medo e querendo também; me lembro de quando o Léo (como eu chamava o Leonardo)pediu para eu sentar no seu colo sem as roupas, eu estranhei, mas obedeci.

Quando eu senti o pau dele na minha bunda, foi uma sensação totalmente nova para mim, fui ficando mais exitado, assim como ele, que fazia movimentos de vai e vem entre as minhas nádegas.

Os outros guris ficaram a minha volta querendo que eu os masturbasse. Foi assim até que um deles, o Yuri, mandou o Léu encaixar.

Ele então me levou para o térreo e me colocou deitado no chão de barriga para cima, segurando a minha cintura e, enquanto os outros vigiavam a porta do prédio, ele posicionou o pau dele na entrada e empurrou, entrando no meu cuzinho virgem.

Nem doeu muito, só ardeu um pouco. Nunca vou esquecer de quando o pau dele entrou e ele exclamou- "Ha, bem quentinho".

Ficamos um tempão assim com ele bombando em mim e eu olhando para ele, só então eu percebi o quando ele era atraente.

Após um tempão naquela posição, ele sentou de novo na escada e mandos eu sentar no colo dele de novo, e eu obedeci, porém dessa vez eu já encaixei, sentindo o pau dele dentro de mim em uma estocada forte e ficamos lá até eu perceber que já era tarde, eu me vesti correndo e saí,não sem antes o Léo me fazer prometer que eu faria isso com ele de novo.

Tivemos várias trepadas depois dessa, mas isso fica para outras. BJOS.

Autor: Lucas
E-mail - Não Divulgado
MSN - Não Divulgado
FONTE - Conto enviado pelo internauta.