Olá meu nome é alexandre, tenho 23 anos sou gay, mas não assumido e nem afeminado, e tenho olhos e cabelo castanhos, 1, 87 m e magro, sou professor estagiario e substituto do ensino médio.

Um dia, faltando uns cinco meses para o fim do ano letivo de 2009, me convocaram para dar aula no lugar de um professor que estava doente, eu gentilmente fui, precisando de dinheiro, para pagar uma dívida, comecei na segunda-feira a aula, estava chovendo forte e entrei na sala e me apresentei, fiz a chamada e reparei que faltava um aluno, e continuei o que o outro professor havia passado normalmente.

No começo do recreio eu estava na sala de aula, quando o aluno que faltava chegou, ele era loiro de uns 18 anos e alto, molhado e bem ofegante, com o uniforme todo molhado e sujo, como a escola é bem rigorosa em termos de uso do mesmo, tive de acompanha-lo até uma sala vazia, onde poderia se trocar, mas não havia uniforme reserva no armário, e o aluno disse que tinha um calção reserva para a aula de educação física, mas como o uniforme é uma calça e camisa, em vez do calção, fui falar com o diretor, ele deixou o aluno usar o calção naquele dia, até que o uniforme dele secar, ele falou com uma das serventes pra colocar o uniforme na parte mais quente da area de limpeza, para secar com o calor, voltei a sala vazia e falei pra ele que o diretor, havia deixado ele usar o calção, e que eu precisava le valo até a area de limpeza, estavamos só nos dois na sala vazia e ao tirar a camisa ele receiou um pouco para tirar o calção, eu perguntei o porque e ele não me disse, ai nesse momento me veio a cabeça que ele estava sem cueca mas não falei nada, (como adoro homem que não usa cueca) eu lhe disse que o maximo que poderia ocorrer era velo de cueca, ai ele se obrigou a dizer que não estava usando.

Nesse momento me deu uma excitação enorme, tranquei a porta e fui pra cima dele, chupei seu cacete com gosto, enfiava aquele cacetão gostoso bem lá no fundo da boca e chupei as bolonas também, ele disse que nunca havia deixado um homem o chupar, mas adorou, e o sinal tocou para o fim do recreio, puxou o calção pra cima e o cacete dele se encolheu dentro do calção, e ficou balançando com o andar, ainda bem que ninguem olhou, depois disso nada mais aconteceu entre nós, mas como ele sentava bem lá no fundo da sala, ficava de perna aberta o tempo todo, e o cacete aparecendo por entre as pernas do calção, acho que fazia de propósito, para ver a minha reação, a ponta vermelhona e grossa do seu cacete saindo pra fora do calção, a sorte dele é que ninguem percebeu, e a minha reação foi normal, olhava mas não dava muita bandeira, pra ninguém perceber e assim se passaram as aulas e os meses, e pra variar ele sempre vinha sem cueca para a escola.

Até que faltando apenas três semanas para o fim das aulas, eram a semana dos exames, e na minha matéria sómente ele pegou exame, e eles eram realizados na sala vazia, chegamos lá e ao entrar tranquei a porta, e ele ficou atrás de mim e passou a mão na minha bunda dizendo que queria me comer, tranquei a janela e a cortina, e tirei a minha roupa e ele também, ele me pos de quatro na mesa do professor e enfiou seu cacetão no meu cú, com força e socava cada vez mais fundo e rápido, eu gemia baixo pra ninguem escutar, nos dois na exitação, no prazer e no desejo, e ele me dizia que eu era a mulherzinha dele, que iria me comer que eu nunca iria esquecer, me chamou de puta, de vadia , e socava mais e mais até que gozou dentro do meu cuzinho, e deitou sobre mim, com o cacete dentro do meu cú, ainda jorrando porra, e nos beijamos um tempão, até que nos vestimos e destranquei tudo, e lhe dei a prova, como ele precisava de apenas 3 pontos pra passar na matéria, ele respondeu uma questão meia certa, e os outros pontos eu lhe passei.

Alegando na reunião que foi por bom comportamento, quando lhe falei que havia passado na matéria, e o que eu havia feito ficou tão feliz, que me deu um beijo na boca, e disse que mais tarde, ou seja naquela noite iriamos comemorar do nosso jeito, e assim foi, mas isso fica pra outra vez.

Autor: Alexandre
E-mail - tsc@hotmail.com
MSN - Não Divulgado
FONTE - Conto enviado pelo internauta.