Meu nome é Mark, apelido aos 12 anos, hoje tenho 45, eu morava em um sitio,rodeado por outros sítios, tipo vilarejo, tinha varios primos e irmãos, todos maiores eu sempre era excluido das brincadeiras dos maiores, ficava sempre isolado, pois não tinha ninguem com minha idade.

Quase todos dias eles iam brincar no rio ou na mata onde tinha uma cabana, eu sempre chorava para poder ir a tal lugar mas era impossivel alguem me levar.

Meu primo Julio tinha 18 anos era o mais safado, certo dia vi ele indo a tal cabana com um vizinho de 14 anos o Pedro, resolvi sequi-los, mantendo distancia, e logo chegou a tal cabana,os dois entraram,eu me aproximei bem da cabana, fiquei escondido para que não me vissem, ele conversaram um pouco, logo vi que meu primo convenceu Julio a pegar em seu pau, e ensinava ele a movimentar,meu primo estava louco de tezão,e insistia que Pedro abaixasse seu shorts,que iria brincar em suas coxas,como marido e mulher, Julio acabou sedendo as tentações de meu primo, ficou com a bunda exposta, meu primo acariciava, e ficava encantado com aquela visão,de onde eu estava dava para ver nitidamente pela fresta os dois, meu primo tinha um cacete fora do comum,devia ter uns 20 cms,grosso cheio de veias,e cabeça rosada,ja pedro tinha uma bunda bem redonda,lisa sem pelos...

Meu primo brincava com pau em seu reguinho, meu pintinho parecia ia saltar da cueca.Meu primo guspia no rego de pedro,e pincelava aquela vara rego a fora, vi quando meu primo forçou a cabeça no cuzinho de pedro,ele gemeu e dizia que estava doendo,meu primo dizia mas vc não quer entrar para a turma, aquenta logo passa,ele forçou mais, a cabeçona passou e Pedro deu um grito, que até eu me assutei,Pedro implorava para que meu primo parasse,mas meu primo era tarado, e foi forçando mais seu pau naquele cuzinho virgem, vi que meu primo deu uma parada, acho que tinha gozado, e melecou todo o moleque,Pedro pensou que tinha acabado, mas não meu primo aproveitou a porra, e enterrou toda sua vara em Pedro, vi quando ela sumiu dentro daquele corpo frágil, Pedro chorava,mas nada adiantava,agora meu primo metia bastante e gemia de tezão e Pedro gemia de dor, e pedia que acabase logo,meu primo ainda levou uns 5 minutos para encher aquele rabinho de porra,assim que gozou se limpou com um pano,tinha sangue e fezes, Pedro deitou-se no chão aliviado,mas com seu cuzinho arregasado.

Meu primo dizia se tinha gostado ele mal repondia,dizia estar doendo,meu primo agora vc pode entrar para turma é só ser bonzinho comigo e com os outros, Pedro mas eu vou dar para os outros,meu primo disse não por enquant só para mim, eles não sabem,e é bom voce nem comentar senão voce vai ser o viadinho da vila...

Eu sai e ganhei mundo cheguei em casa super rápido, atordoado com o que tinha visto, mas não parava de ver a sena aquele pau enorme entrando naquele cuzinho frágil...

Passou se uns dias e meu primo foi em casa,pegar algo,eu esperei ele estar sozinho,e disse Julio ele diga moleque eu quero brincar na sua cabana, ele disse voce ta doido, você muito criança,eu respondi eu vi o que voce fez com Pedro estes dias, ele indagou voce ta doido, eu disse naun, mas voce meteu nele,e eu quero ir na cabana, ele mudou de ideiana hora, e disse mais tarde eu passo aqui e te levo lá, eu respondi ta bom...

Quando deu umas 16 hs Julio me chamou e ai vamos na mata pegar lenha,e u entendi e disse para minha mãe ela respondeu pode ir,no caminho Pedro me implorava que eu não podia comentar com ninguém, nem com meus irmãos,eu afirmei que não contaria nada a ninguém, chegamos na cabana, entramos, ele sentou e disse e ai do que vamos brincar,eurespondi da mesma coisa que voce brincou com Pedro, ele reponeu não voce é meu primo, e ainda é novinho, eu respondi mas eu quero....

Eu notei que seu pau ja estava prestes a furar seu shorts, ele puxou minha mão e pude sentir seu pau por baixo do shorts, logo e abaixou seu shorts,e pulou aquela vara para fora era maior ainda do que eu tinha visto de trás da cabana,pude sentir aquela pele macia cheia de veias e pulsando em minha mão, meu cuzinho piscava,meu corpo estava a mil por hora, eu tremia, e sentia coisas estranhas em meu corpo,parecia uma febre...

Meu primo puxou minha cabeça de encontro sua vara,e dizia vai primo me chupa,como sorvete,eu tentei lamber,mas me dava nauseas,e a cabeça do pau não entrava em minha boca, fiquei um tempo lambendo,sentia sua babinha sair, perguntei o que era ele disse era porra,que um dia eu ia ter tbm...ele foi abaixando meu shorts e bolinhando minha bunda, eu ja estava atordoado,louco com carinhos que ele fazia em meu requinho..ele me virou,depois estar nu os dois, ficou impressionado com minha bunda,dizia nossa primo que bunda deliciosa, lisinha, abriu minha bunda eita cu lindo rosado, e passou a lingua fiquei doido nesta hora,meu pintinho ja saia uma aguinha... cada linguada que ele dava eu ia até as nuvens e voltava, me deixou bem umido,e me colocou deitado e dizia agora voce vai ser minha putinha, na minha cabeça passava mil coisas,sera o que vai acontecer??????

Ele abriu bem minhas partes e começou a pincelar a cabeça da vara,me deixando louco,acho que ele queria que eu implorase que me penetrase.deu mas uma guspida e forçou a cabeça e nada de entrar, guspiu de novo e forçou e pedia para que eu relaxase,e empinase o bum bum,eu peguei em sua var coloquei bem na entrada, e forcei minha bunda para traz senti me abrindo, me rasgando,ele forçando,ardia,doia parecia pegar fogo mas eu não desistia, sentia calado,e deixava entrar,aquele corpo estranho me invadindo,ele perguntava se estava doendo eu dizia que sim,mas ele nem se importava,queria mesmo e meter a vara em mim,quando o pau chegou na metade, senti sua porra dentro de mim, ele gemendo me chamando de viadinho da menina dele,que era melhor cuzinho que ele ja tinha comido, ele gozou mas não tirou de dentro,só sentia que estava todo lambuzado de porra.

Ele continuou a meter agora deslizava todo para dentro, ele dizia aquenta que estou enfiando tudo, voce queria dar para mim toma e dava altas enfiadas que eu sentia seus pelos em minha bunda,naun demorou me inundou de porra, e meu pintinho não para de sair aquela aguinha branca, logo saiu de cima de mim ficamos ali senados um do lado do outro, seu pau ja meio mole sujo sangue com porra,eu disse seu pinto esta sujo de sangue, voce se machucou, ele não isso é do seu cabaço, eu inocente perguntei o que era isso ele disse,a primeira vez voce da dai fica sem cabaço,sem a pregas do cu... fomo até um riozinho que tinha por ali e nos lavamos,quando lavei meu cuzinho senti arder bastante,estava esfolado...

Voltamos a cabana,e deitamos em cima das folhas, eu tava tão alucinado com aquele pau que comecei a pegar e alisar ele deu sinal de vida,comecei a passar a lingua, agora meio mole entrava em minha boca,comecei a mamar ele cuidado para não passar os dentes...

Logo estava enorme e não cabia mais na boca,meu primo dizia voce safadinho hein, gosta mesmo... eu respondi sempre gostei de vc, e sempre tive vontade, pois quando eu tinha 8 ou 9 anos voce me pegava no colo eu sentia voce me cutucar..continuei batendo e lambendo a cabeça, logo ele anunciou que ia gozar que era para eu tomar seu leite, fiquei com boca aberta senti no ceu da boca sua porra, engoli tudo, depois lambi seu pau deixei limpinho...

Logo eu perguntei qdo ele viria novamete com Pedro,ele disse que nunca mais agora só viria comigo,eu ia ser sua mulherzinha,e que eu não podia dizer a ninguem.

Nossa acho que eu estava apaixonado pelo meu primo, naquela noite dormi como um anjo, fui de manhã para escola super feliz mas arrombado, não via a hora meu primo me chamar de novo... não demorou muinto para este convite...

Depois posto mais... aventuras com amigos de meu primo.

Autor: Mark
E-mail - Não Divulgados
MSN - Não Divulgados
Conto enviado pelo internauta.