Então galera, sou fã de contos eróticos, e sempre estou aqui me deliciando com cada nova experiência de vcs. Mas hoje, quero tbm compartilhar com todos, uma das minhas transas mais prazerosas e inuzitadas que ja tive. Sou Lusivan(fictício),moreno claro, tenho 1,80al, 68kg, corpo atlético, saradinho, boa pinta, discreto, dotado, 20cm e grosso e curto tudo, principalmente, homens durão, machos de verdade.

Numa noite de sábado, minha mãe sai de casa pra um niver, e por incrível que pareça, fiquei em casa sozinho. Em fim, passei a noite na net, vendo vídeos eróticos e fazendo sacanagens. Fui dormi lá pra 2h da manhã, e mãe ainda não tinha chegado.

Quando dá umas 4h da manhã, ouço mãe chegando, mas ela não estava sozinha, vinha com ela o seu amigo Luan (fictício), que me conhece desde criança, pois sempre andava lá em casa com seus dois filhos e sua mulher. Um loiro de olhos azuis, já coroa com seus 40anos, alto, magro, casado e um pouco melado da birita. Mãe pós ele pra dormi na sala, ligou a tv e o deixou bem avontade e veio pra o quarto junto a mim, pois sempre dormimos juntos, daí perguntei o porquê do Luan está dormindo aqui em casa hoje.

Ela um pouco sonolenta, pois tbm tinha bebido um bucado, respondeu dzendo que ele teria tido uma briga feia com a mulher no tal niver, e que ele pediu pra dormi aqui hoje. Ok, tudo bem, mãe adormeceu, e passando uns 10min. ouço um som de gemido vindo da TV, era o Luan assistindo filme pôrno, nossa, aquilo já me deu um maior tesão, mas nem passou pela minha cabeça de ir lá na sala tentar algo, portanto, voltei a dormi.

Dando uma 06:30h da manhã, me levantei, e o filme na sala ainda estava rolando, fui então na sala, e desliguei a tv, pois Luan já estava dormindo. Tomei meu banho, e fui pra cozinha preparar meu café, quando Luan chega e diz que vai tomar banho, eu disse que tudo bem. O banheiro ficava de frente pra cozinha, ele entrou e eu continuei fazendo meu café. Terminando o banho, ele do banheiro mesmo, me pede uma toalha, eu vou até o quarto pra pegar, qndo chego na porta do banheiro, eu bato e digo:

- Luan, aqui está a tualha.

Ele faz questão de abri toda a porta pra que eu visse ele todo molhado, nú, e super excitado. Aquele homem devia ter uns 19cm, grossinho, da pomba branquinha, e a cabeça da pica mas rosada que já vi, tomei um susto, pois não esperava, aquilo me excitou na hora, dei uma olhada rápida, dei a toalha, e sai. Ele terminando de se enchugar, foi pra sala, eu tomei meu café, fumei meu cigarrinho.

Quando terminei, Luan me chama lá na sala.

- Lusivan, põe esse filme aqui, pois não estou conseguindo.

Eu bobo nem nada, logo percebi que era tudo truque, então pus o filme e fiquei lá tbm, assistindo no sofá, e ele em pé do meu lado. E começou a puxar assunto.

- Lusivan, olha só o tamanho do pau desse cara, que jumento, vc teria coragem de encarar um desses ?

- Rapaz, na boa, o carinha sendo macho, boa pinta, pq não neh.

Foi quando o maldito começa a massagear o cacete que ja estava duro e põe pra fora, dizendo:

- E um desse, vc encarava ?

Nossa, fiquei LOUCO de tesão na mesma hora, não pensei duas vezes, e agarrei aquele pau em minha direção, e comecei a chupar num desispeto grande, pois meu cacete estava estourando dentro da bermuda de tanto tesão. Eu chupava ele loucamente, e ele gemendo feito um louco, quando me liguei que mãe estava dormindo no quarto ao lado, e ele gemia alto, então o chamei pra dentro do banheiro. Aquilo me excitou mais ainda, pois tinha medo de mãe acordar e pegar aquela sacanagem na casa dela, e ao mesmo tempo, aquele sexo proibido, me deixava mas doido ainda, não demorou muito e ele falou:

- Danado, tira a bermudinha, e deixa eu dá uma enfiada no seu rabinho.

Caramba, esse pedido de macho pra me fuder foi tão tesudo que esqueci de mãe, de tudo, e só pensava em levar aquele cacete gostoso no meu rabo. Ele deu uma cuspida no pau, e em seguida na mão e pós no meu rabinho, nem pensamos em camisinha, e foi daquele jeito mesmo. Eu fiquei de pé, de costas pra ele, segurando na parece, enquanto ele segurou uma das minhas pernas, levantou-a e mandou ver no meu cuzinho. Ele fudia feito um louco e cada vez mais rápido, não demorou muito pra ele aumentar os gemidos, foi qndo eu percebi que ele iria gozar, então, toquei uma bem rapidinha em mim, pois ja estava quase explodindo de tesão e dermos uma louca gozada juntos.

Aquilo foi uma loucura, dpois nos limpamos, ele pegou suas coisas, mandou-me dizer a mãe que obg pela dormida, e a mim, disse um bom dia, dando um sorrisinho safado.

Daí, fumei outro cigarro logicamente, pois dei uma descarregadas daquelas e pronto, é isso pessoal, espero que tenham gostado, outro dia qndo tiver coragem de digitar novamente, escreverei mais pra vocês, abraço.

Autor: Lusivan
E-mail - ricardo_g.g@hotmail.com
MSN - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.