Olá, o conto a seguir aconteceu comigo quando eu tinha 14 anos, com um amigo meu chamado joão, que também tinha 14 anos na época.

Um belo dia, eu e joão fomos no apartamento de um outro amigo fazer um trabalho de escola. Quando terminamos o trabalho, eu e joão saimos e eu fui chamar o elevador.

- Não, vamos de escada. - disse joão-

E eu, inocente, concordei.

Comessamos a descer a escada normalmente, eu estava na frente, ele um pouco atrás de mim, até que ele me da um "créu" e eu sinti, seu pau estava duro, fiquei duro na hora também. Eu então deixei ele passar, e dei um "créu" nele de troco.

- De pau duro ein tico? - ele disse -

Então paramos, eu joguei-o na parede e coloquei a mão dentro do seu calção, apalpando seu pau...

Foi a primeira vez que eu sentira um pau que não fosse meu na minha mão. Sinti seu pau duro, seus pentelhinhos, os dois na escada escura, tendo seu primeiro contato sexual com outro homem.

- Chupa - ele disse -

Mas escutamos um barulho de porta e uma voz no topo da escada, então saímos correndo do prédio.

Fomos andando pela cidade, tentando achar um lugar, mas, infelizmente não conseguimos.

Eu então, convidei-o para minha casa, um outro dia, pois tinhamos aula de tarde e o cobinado era, sairmos e irmos para minha casa.

Os dias passavam e, um dia no colégio, finalizando esse mesmo trabalho, eu e joão fomos no banheiro, eu vi seu pau pela primeira vez, era grosso como uma latinha de coca mas o meu era mais comprido.

Eu deu umas lambidas no dele, ele nos meus, e então saimos antes que alguém chegasse e nos visse.

O dia finalmente chegou. A aula parecia não ter fim, porém, quando teve, eu sabia que iria perder minha virgendade.

Fomos á minha casa de apé, não tinha ninguém em casa. Peguei joão e o levei á minha casa na árvore, que era um lugar reservado e perfeito para sacanagens, onde eu ja havia brincado comigo mesmo várias vezes.

Só abaixamos as bermudas e tiramos a camiseta, pois sabíamos que alguém poderia chegar.

Comessamos com um 69, depois ele tentou me foder mas doeu demais, aí foi para a minha boca mas era muito grande, então eu fodi a boca dele.

Alguém chegou na minha casa.

Ficamos muito tristes, e comessamos a bater uma juntos, combinando que gozariamos um na boca do outro.

Então gozamos, eu gozei na dele e depois ele na minha.

Senti o gosto de gozo pela primeira vez. Jatos e mais jatos quentinhos e deliciosos.

Nos vertimos, ele foi para casa e a partir daí tudo normal.

Eu meio que perdi o contato com joão, apesar de estudarmos juntos porém, eu vehno me masturbando pensando nele e, desejo muito aquele menino outra vez.

Prometo que assim que fazer algo com ele, conto para vocês.

Autor: Tico
E-mail - tico-silva2010@bol.com.br
MSN - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.