No começo de outubro, me comprometi a comprar uma aparelho de fisioterapia para uma amiga. Coisa simples. Fui a loja indicada, um pouco longe numa cidade satélite de Brasília, onde os preços eram melhores. Ao chegar fui prontamente atentido por um belo negro. Alto, com quase 1.90 de altura, parrudão e o que me dá mais tesão, feio com cara de mal.

Ao contrário da cara, o rapaz (depois fiquei sabendo tinha 30 anos) com uma aliança bem grande no dedo me atendeu rapidamente. Mas como não sou bobo comecei a enrolar, pedi para tirar o aparelho da caixa e ver o manual e comecei a pedir explicação, mas em vez de olhar para o aparelho enquanto explicava, eu olhava direto nos olhos dele.

Claro que o cara sacou e logo começou a sorrir. Ai como não pode perder tempo nem oportunidade logo disparei:

- Se chegar em casa e não funcionar, posso pedir atentendimento domiciliar - olhando fixamente para ele. Jonas, o nome do macho responde:

- Vou anotar meu celular e você pode me ligar caso não funcione, mas só atendo depois das 18h.

Então para deixar claro minhas intenção e sem nenhuma afetação (não aperento curtir uma boa pica), disse:

_ Tenho certeza que ele vai parar de funcionar as 18h de hoje. Ele deu um sorriso e disse:

- Velho, não mexe com que tá quieto.

Sai da loja e mandei uma mensagem duas horas depois dando o endereço e dizendo que o aparelho não funcionava.

Quando foi no final da tarde nada dele e já tinha densecanado quando umas oito da noite toca o interfone e ele pede pra subir.

Assim que entrou na minha casa, Jonas já foi me dando um beijo de macho no cio. Mandou eu tirar a roupa, dizendo que adorava comer carne branca, me virou contra a parede e mandou um linguada molhada no me cuzão. Cheguei na lua.

Depois levei o macho para minha cama e de modo inesperado ele começa a me tratar com carinho sem perder a pegada de macho. Chupei sua rola por um bom tempo, grossa, uns 19cm e preta. O cacetão não parecia tão grande diante do tamanho dele, mas só se sabe o tamanho de uma pica quando se tenta engolir ela inteira.

O pau dele é muito babão o que deixa a chupada uma delícia. Depois ele me colocou de lado e começou a enfiar aquela pica mo meu cuzão, pedi para que ele encapasse o bixo, ele disse que queria apenas lubrificar meu rabo e depois colocaria a camisinha.

Isso me deixou pirado e ele meteu bem devagar, movimentou um pouco até me deixar relaxado e molhado... é claro que era só papo, pois ele meteu por meia hora... cavalguei naquela rola preta, fui fodifo de pé, de quatro e frango assado, e na hora de gozar, pedi para que ele gozasse na minha boca. Foram jatos de porra grossa. Uma delícia.

Alias a coisa mais gostosa do mundo é sentir o gemido profundo de um macho gozando e depois suado cair em cima de você, sentir o coração dele e saber que ele sentiu prazer com você.

Depois dessa, transamos mais duas vezes.

Autor: Passivão_DF
E-mail - sergiosafado@hotmail.com
MSN - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.