Vesti minha roupa e sai carrendo com aquele gosto de porra na boca, mas a noite eu fiquei imaginando aquela vara,cheguei a sonhar com pau do Zé em minha boca..

No outro dia quando eu voltava da escola passei bem em frente a sua casa,ele estava na calçada conversando com uns amigos,assim cheguei,ele me abordou, disse queria falar commigo, dispensou seus amigos,eu logo imaginei ele tivesse contado para os outros, pois logo que cheguei eles sairam..

Ele me convidou a entrar em sua casa,me deu um refrigerante,e logo me chamou para seu quarto, pois sua mãe tinha saido e iria demorar, ele disse vamos continuar a brincadeira, eu abaixei minha cabeça e resmunguei que doia,ele é porque nos estavamos em pé, deitado não doi,e logo foi abaixando o shorts e saltando a vara para fora,puxou minha mão para punhetar,em sequida puxou minha cabeça para mamar,nem resisti,e lambia seu pau feito um sorvete,meu cu piscava de vontade ter aquela vara dentro...

Ele pedia para eu ficar pelado,que só queria ver minha bundinha,ou aqueles papos só vou colocar no meio das coxas... tireia roupa ele pediu para eu ficar deitado na cama, eu deitei, ele abriu minha bunda o maximo que pode e punhetava com dedo meu cuzinho, eu ia até as nuvens e voltava..ele agora primo vou brincar nas coxas, ele pincelava a vara, guspia, raspava ela de cima para baixo, guspiu novamente, e forçou a cabeça, eu reclamei mas nada adiantou ele forçou a cabeça entrou senti um estalo, parecia estar sendo partido no meio, gemia e reclamava mas nada adiantava ele forçou mas um pouco e parou,eu sentia uma dor e um prazer diferente de minha punhetinhas...

Ele pode enterrar mais eu dizia que sim mas devagar,não d emorou sentia seu saco bater em minha bunda,ele urrando em cima de mim,e forçando tudo para dentro e para fora, eu com meu cu arregassado, ele metendo acho 18 cms bem grosso, adios pregas,axo foi primeira vez saiu um liquido do meu pintinho, não demorou ele gozou dentro de mim, qdo lenatei vi seu pau todo sujo sanque e ouco merda, fui ao banheiro e vi o estrago que havia feito...

Sempre na volta as aulas eu passava por la, para ele me comer... e seus colegas tbm depois eu conto...

Autor: Marcos
E-mail - Não Divulgado
MSN - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.