Este conto, é muito interessante para mim, pois, foi a primeira vez que tive relações sexuais com um homem.

Estávamos de ferias eu e minha esposa na casa dos pais dela, meu sogro é um homem parrudo com cara de macho, lá pelos seus 48 anos, medico, barba pro fazer, cabelos castanhos, alguns fios brancos, um cara bonitão... um homem sem muito pudor, mas muito serio... vendo o meu sogro dentro de casa sem camisa, com aquele corpo extremamente peludo e uma bermuda onde as vezes dava para ver a sua mala, foi me deixando muito excitado.

Minha esposa teve que fazer uma viagem urgente para casa por causa do serviço e sua mãe se ofereceu para ir junto, pois segundo ela eu teria que conhecer melhor o Pedro, meu sogro.

Ficaríamos nós dois por uma semana sozinhos... Na primeira noite estávamos tímidos e não conversávamos muito, assistindo TV e eu muito sem graça com aquele macho sem camisa na poltrona com o controle na mão igual ao Marlon Brando em O Poderoso Chefão.

Tarde da noite, ele se levanta e diz que vai tomar banho, me entrega o controle dizendo para eu ficar a vontade... demorou uns minutos me deu vontade de mijar... fui ver se ele tinha terminado ou iria demorar, quando cheguei perto percebi que ele havia esquecido a porta um pouco aberta e deu para contemplar aquele gostosão tomando banho.

Ah como foi gostoso ver aquele pau tão grosso e de tamanho médio, ele passava mão no pau bem devagar com o sabonete, o cacete começou a crescer e o sacana do velho começou a se masturbar, eu vendo aquilo fiquei louco o meu pau começou a sair pelo short.

Dei uma de artista, entrei e disse... opa! vou da uma mijada aqui. O velho tomou um susto e falou... poxa logo na hora da gozada.

Eu criei coragem e disse... pode continuar Pedro, daqui a pouco vou bater uma tb. Ele se virou pra mim e eu logo abaixei a cabeça pro pau... percebi que ele sorria... com aquela voz grave disse... Já que vc me interrompeu na hora mais importante, poderia me dar uma mãozinha pra terminar o serviço, quem sabe não te ajudo tb...

Não quis conversa tirei a minha roupa... ele disse, Hummmm peludão como o sogro isso mesmo... entrei no Box e logo comecei a alisar o pau do sogrão, nos olhamos, ele me abraçou encostando o pau dele no meu... isso me deixou louco... aquele corpo mega peludo... meu peito peludo com o peito peludo dele, ele me beijou o pescoço me apertando mais... olhou nos meus olhos e me beijou.. que língua gostosa, eu passava a mão em todo seu corpo, nos beijamos por mais alguns minutos e logo mandou eu chupar seu pau, chupava as bolas cabeludas e aquele cacete grosso.

Ele dizia... isso, chupa o papai, vai, mama gostoso meu filhão...

Eu chupava com gosto, no começo senti náuseas, mas logo passou...

Me levantei e nos beijamos outra vez, mas quando o sogro começou a passar o seu dedo no meu cú, eu senti um enorme desejo e pedi para ele me comer, saímos do banheiro e fomos pra cama... ele me colocou de frango assado... meu beijou e disse...

Quero que vc seja somente meu... com isso foi enfiando, doeu muito, aaaaah como doeu, mas foi muito gostoso, o sogrão colocou de um jeito que e fez gosar muito na cara dele.

Eu pedi para ele gozar dentro de mim, pra marcar o território q seria somente dele. Ele ficou louco de tesão quando eu disse isso e gozou dizendo que eu era o garoto dele...

Depois daquele dia o sogrão se tornou meu melhor amigo, a semana todinha era de trepada, em toda casa, até quando as mulheres voltaram fomos dar um jeito de “pescar” ou “tomar um chop”... era o nosso segredo...

Agora nos conhecemos muito bem... pois ele sempre me come quando vou visitá-lo...

Autor: Paulo
E-mail - Não Divulgado
MSN - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.