Nesta noite não tranzamos e no dia seguinte conversamos e eu disse que precisava ir dormir cedo todos os dias porque já estava chegando à semana das provas e eu precisava estudar muito.

JOAÕ= Isso quer dizer que não vamos trepar?

EU= Não é isso. (SENTEI EM SEU COLO) Nós vamos trepar todos os dias, só que eu tenho que dormir cedo.

JOÃO= Sem problemas!

Eu achei que você estava dando desculpas para não tranzar mais comigo, já estava achando que tinha outro macho entrando no meu lugar.

EU= Você é um bobinho! (DEI UM BEIJINHO NELE)

Agora vamos parar de falar que eu estou doidinho para dar uma chupadinha no seu pau. Comecei a beijá-lo e fui descendo até sentar no chão e tirei o seu short, fiquei cheirando o seu pinto duro e comecei a chupar com gosto. Enquanto ele me fazia carinho na minha cabeça eu subia e descia, sugava a cabeça, passava a língua nele todo.

JOÃO= Quero meter no seu cuzinho! Pedi pra ele gozar na minha cara, pra me lambuzar. Queria tomar um banho de porra. Chupava e chupava o seu pau, lambia as bolas, sugava, voltava a chupar, o engolia, tirava e botava, passava a língua só na cabeçinha.

O seu corpo começou a tremer e eu comecei a punhetá-lo em direção ao meu rosto em seguida jorrou a sua porra. A porra jorrava do seu pau e eu passava na minha cara e boca, levantei e fui lavar o meu rosto na pia do banheiro.

O João não agüentando me esperar foi atrás de mim e enquanto lavava o meu rosto ele foi enfiando o seu pinto no meu cuzinho. Só deu tempo de abrir bem as minhas pernas e numa só estocada o João depositou o seu pau todinho de uma vez no meu cú.

Fiquei louco e fui forçando a minha bunda para trás. Ele me apertou com força.

EU= Vai meu macho, me fode, mete gostoso no meu cu, vai, mete com gosto.

Fez um vai e vem gostoso e me masturbou com a mão. Gozei e ele também. Me puxou até o chuveiro e tomamos banho juntos, com ele passando o sabonete nas minhas costas e bunda e me beijando a nuca e costas.

Ajoelhei no chão e dei mais uma bela chupada no seu caralho. Suas duas mãos pegaram minha cabeça e me guiaram até a sua piroca. Chupei seu pau, alisava a cabeça, punhetava, ia até o fundo. Cuspi na cabeça e alisei com os meus dedos, meti na boca de novo.

Ele então me segurou, e começou a fuder minha boca como se tivesse fudendo no meu cuzinho. Seu primeiro jato de porra atingiu a minha garganta. O segundo atingiu na minha língua fiz uma poça de saliva e brinquei com a porra na boca. Ele me desgrudou e os três últimos jatos acertaram meu rosto. Me limpei com a água do chuveiro e me despedi do João e o deixei terminando o seu banho.

EU= Até amanhã!

JOÃO= Até amanhã, Yuri!

Durante toda a semana eu ia para colégio, no recreio jogava futebol e torcia para chegar o dia do professor André voltar a dar aula.

Na verdade o que menos me interessavam, eram as suas aulas, eu queria mesmo era ir na sua casa. À tarde eu ficava horas no meu quarto estudando e a noite ia para o quarto do João para ele dar uma comidinha no meu cuzinho e eu uma chupadinha no seu pau. É sempre bom dar uma relaxada depois dos estudos.

Na semana seguinte o João teve que viajar para fazer um treinamento pela empresa e iria ficar fora um mês. Eu até chorei quanto ele me contou, eu não me imaginava ficar 30 dias sem uma foda gostosa.

Na noite anterior dele viajar eu consegui ir dormir no quarto dele e foi uma delicia.

O João me comeu deitado, em pé, de lado, de franco assado, cavalgando.

Eu dei tanto que o meu cuzinho ficou assado.bTrês dias após o João viajar o Leonardo apareceu em minha casa com o meu pai para jantar.

Ele é muito divertido e os meus pais e eu rimos muito com ele. Levei o Leonardo para o meu quarto com a desculpa de jogar um pouco Playstation e aproveitamos a oportunidade que os meus pais entraram no quarto deles e logo peguei no seu pinto.

EU= Se o João souber que você teve aqui, ele vai me matar.

LEONARDO= Ele não precisa saber!

LEONARDO= Estava com saudades de você! (SEGUROU O MEU PINTO)

Ficamos fingindo jogar enquanto um batia punheta no outro.

EU= Vamos sair daqui.

LEONARDO= Para onde nós vamos?

EU= Se a gente for rápido ninguém vai perceber. Guardamos os nossos pintos duros e fomos em direção ao quarto do João e ficamos atrás da piscina de fibra onde tem pouca iluminação e uma parede para nos esconder.

Já fui arriando a sua calça e metendo a boca no seu pinto, ele começou a empurrar minha cabeça contra seu pau me fazendo engolir todo aquele delicioso caralho!

LEONARDO= Levanta que eu quero te comer.

Levantei me virei de costas e apoiei as mãos no muro.

O Leonardo passou cuspe nos dedos e lambuzou no meu cuzinho.

EU= Vai!!! Anda rápido!!! Não podemos demorar muito aqui! Me abraçou por trás enfiando o seu pau em mim bem devargazinho, logo depois ele começou a fazer os movimentos de vai e vem bem devagar e começou a aumentar a velocidade de pouquinho em pouquinho.

Fui ficando louco e comecei a morder a minha a minha mão para não gemer alto.

LEONARDO= Que delícia de cuzinho!! Senti a falta dele.

EU= Cala a boca e me fode! Não podemos fazer barulho!

O Leonardo enfiou o seu dedo na minha boca e enquanto me fudia eu chupava o seu dedo como se fosse o seu pinto.

O vai e vem, o entra e sai, a sua piroca entrava e saia do meu cu à vontade, segurando com toda força na minha cintura, socava o pau no meu cuzinho sem parar, bombando e bombando, metendo com força e sem dó.

EU= Puta que pariu que delicia de caralho!!! (FALEI BAIXINHO)

O saco dele batia com força sem parar embaixo da minha bunda enquanto ele socava o pau no meu cu.

Eu estava tocando punheta enquanto o Leonardo me comia e devorava o meu cuzinho, meu pau começou a pulsar e senti que mais um segundo daquela foda e eu ia gozar muito, ele sussurrou no meu ouvido:

LEONARDO= Ahhfff... to gozando! Meu BB!

Também comecei a gozar, minha porra jorrava em jatos direto no muro, ele levantou a cueca e a calça, abotoou a calça e fechou o zíper, enquanto eu fazia o mesmo com o meu short.

EU= Vamos voltar para o meu quarto. (FUI SAINDO)

LEONARDO= Espera!!!! (ME SEGURANDO) Me dá um beijo.

O Leonardo me deu uma agarrada e um beijo de tirar o fôlego, segurei na sua mão e fomos correndo para o meu quarto.

Voltamos a fingir que estávamos jogando e os meus pais ainda estavam no quarto deles.

EU= Se eu pudesse te levava para a minha cama sabia?

Eu ia adorar você me fudendo a noite toda e acordar com você abraçadinho em mim.

O Leonardo me olhou bem nos olhos e deu uma segurada no meu pau por cima do meu short.

LEONARDO= Eu estou gostando muito de você BB. Quero namorar, com você. Desde o dia que eu te conheci aqui na sua casa eu não paro de pensar em você.

EU= Eu sou muito novo para namorar sério. E além do mais tem o João que mora aqui em casa, duvido que você fosse admitir outro cara além de você.

LEONARDO= Isso é verdade! Se a gente namorasse não admitiria que você tivesse contato nenhum com ele.

EU= Vamos continuar do jeito que estamos. Quando der vontade à gente se encontra.

Dei uma pegadinha no seu pinto e pedi para ele ir embora, no dia seguinte eu teria um teste de matemática que somaria os pontos com a prova.

Deixei o Leonardo sentado na poltrona da sala e fui falar com os pais que ele já estava indo embora. Os meus pais saíram do quarto e se despediram dele.

EU= Vou te levar até o portão.

MÃE= Volte sempre!! Você é sempre muito bem vindo aqui em casa.

LEONARDO= Obrigado pela gentileza.

Ainda bem que a semana passou rápida e chegaram às provas. E para aumentar mais a minha ansiedade o André ia prolongar mais a sua viajem e só voltaria no segundo semestre no retorno das aulas.

Me dei bem em todas as provas e já estava subindo nas paredes de tanta vontade de trepar com um homem bem gostoso.

Pensei até em procurar o Leonardo mais desisti, deixaria ele me procurar, apesar de estar com muita vontade de dar pra ele.

Na sexta-feira à noite eu já estava com a minha mochila arrumada para viajar no dia seguinte.

Liguei para o meu avô dizendo à hora que ia chegar e pedi para ele mandar o Tião de carro me pegar.

Já entrei no ônibus já de pau duro só de pensar que eu ia ficar 15 dias dando e chupando a piroca do Tião.

FIM.

(CONTINUAÇÃO)

Autor: Peter
E-mail - peterpanrj16@hotmail.com
MSN - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.