Acordei por volta das 8 da noite e fui direto para o banho e foi um banho bem demorado. A água bem quentinha e eu imaginando estar com o João debaixo daquele chuveiro.

Enfiei um dedo no meu cuzinho e fiquei tirando e colocando, depois passei a por dois dedos, demorou um pouco mais entrou e ficou bem mais gostoso.

Eu com os olhos fechados debaixo daquela água bem quentinha e gostosa, fudendo o meu cuzinho com o meu próprio dedo e a minha mãe me interrompeu, me gritando para sair do chuveiro.

EU= (GRITANDO) Já estou saindo manhêêêê.Mais antes de sair do chuveiro eu bati uma punheta bem rápida e gozei em segundos.Terminei e fui jantar, arrumei o meu prato e fui para sala ver televisão enquanto comia.

EU= Só tem você em casa? Onde está o pai e o João?Na verdade eu só queria saber era onde estava o meu macho e disfarcei perguntando pelos dois.

MÃE= Seu pai está no quarto lendo e o João, jantou e saiu em seguida.

EU= (PENSANDO) Onde será que ele foi? Será que vai demorar?

Hoje eu quero chupar aquele pinto antes deu dormir. Vou esperar ele chegar e quando todos estiverem dormindo eu subo para o quarto dele.Terminei de jantar e ainda assisti a um filme com os pais e nada do João chegar.

MÃE= Filho! Eu e o seu pai já vamos dormir e você vai se deitar também, amanhã tem aula e tem que acordar cedo.

Fui para o quarto e eu minutos a casa já estava totalmente com as luzes desligadas e o João só chegou bem mais tarde.

O portão da frente da casa se abriu e fechou e escutei os seus passos. Pulei da cama e quase nas pontas dos pés fui ate a cozinha que tem uma porta que dá para a garagem. Subi as escadas e abri o portãozinho que dá para o terraço e fui direto bater em sua porta.

EU= Abre a porta João é o Yuri. (QUASE SUSSURRANDO) Me deixa entrar.

O João abriu a porta e ele estava só de cueca.

JOÃO= Você está maluco, moleque (ZANGADO) se os seus pais te pegarem aqui eu estou fudido.

EU= Eles já estão dormindo (CHEGUEI BEM PERTINHO DELE E SEGUREI NO SEU PINTO POR CIMA DA CUECA) e eu só vou conseguir dormir depois que chupar o seu pinto.

Beijei o seu peitoral e desci para o umbigo e fiquei passando a minha língua e o seu caralho ia crescendo e ficando duro na minha mão. Ajoelhei e tirei a sua cueca e pulou o seu pinto já bem duro e louquinho pela minha boca.

EU= (DE JOELHOS, OLHEI PARA CIMA EM DIREÇÃO DOS SEUS OLHOS) Ele ficou feliz em me ver. (SORRI)E enfiei todinho em minha boca mais não chupei. Levantei fiquei de costas para ele e tirei a minha roupa, apaguei a luz do quarto e acendi a do banheiro.Deitei de costas em sua cama.

EU= Vem!!! Vem logo!! Vem meu macho. O seu corpo foi para cima do meu, o seu pinto se alojou bem na entradinha do meu cuzinho e a sua boca beijava a minha nuca.

JOÃO = A minha ex-mulher nunca fez comigo o que você esta fazendo e nunca falou coisas que me deixava maluco. Sempre quis que ela fosse uma puta comigo na cama.

JOÃO= Nosssssssssaaaaaaaa!!!! Que corpo delicioso você tem. O seu corpo se esfregava no meu e a sua boca já não me beijava mais, ela me molhava com a sua saliva.

JOÃO= Eu nunca pensei que ia realizar as minhas fantasias com um menino. Você é um menino legal e gente boa mais na hora de uma sacanagem você vira um putinho e capaz de fazer tudo para agradar o seu macho.

EU= Então fode logo o seu putinho. Enfia a sua piroca no meu cuzinho vai! O seu menino está louquinho para ser enrabado.

Ele me mandou ficar de quatro e eu obedeci e senti o seu dedo cutucar o meu cú e foi entrando bem fácil. Depois tentou por mais um, mais aí eu travei porque doeu. Ele me mandou relaxar e a segunda tentativa também não entrou os dois dedos.

O João passou a lamber o meu cuzinho e enfiava a sua língua nele, que delicia era aquilo.

EU= Que delicia!!!! Continua!!!!! Continua!!!!!!!!! Ai Ai Ai Ai. Enfia o dedo vai!!!! Enfia o dedo no meu cú!!! E Ele enfiou e me fudia com o seu dedo.

EU= HUmmmmmmmmmmmmm!! Hummmmmmmmmmmmmmm!! Hummmmmmmmmmmmm!!

JOÃO= Tá gostando? Tá gostando do meu dedo no seu cu tá?

EU= Adorando!!!! To imaginando o seu pinto me fudendo.

JOÃO= Safado! Putinho safado!!!!!!!

EU= Fode mais vai!!! Issoooooooooooo!!  HUmmmmmmmmmmmm!! Deixa o meu cú bem aberto para entrar depois o seu pinto.

JOÃO= Eu não estou mais agüentando!!!!! Eu preciso gozar!Não sei de onde veio a minha força, mais eu virei ele bruscamente e o fiz cair de barriga para cima e eu engoli o seu pau. Chupava e lambia, lambia e chupava. Às vezes abria bem a minha boca e batia punheta nele, só deixando a cabeçinha do seu pau tocar nos meus lábios. Desci a minha boca para os seus ovinhos e os engolia um de cada vez e sempre batendo punheta nele.

JOÃO = Isso!!!! Chupa o meu saco meu putinho. Faz o seu macho gozar bem gostoso.

Eu me sentia uma puta e gostava daquilo. Gostava de fazer um macho delirar.

JOÃO= Põe o meu pinto na boca e tira o leite dele meu viadinho tesudo. Meu menino gostoso. Faz o seu macho gozar na sua boquinha!!!!!!!!!!! Enfiava tudo na minha boca e chupava com força, sempre acariciando o seu saco. Estava tão faminto que enquanto eu chupava o seu pau tirei a minha mão dos seus ovinhos e enfiei o meu dedo no meu cuzinho. Eu suspirava de tesão e ele gemia de prazer. Nisso ele tirou o seu pau da minha boca e passou a batê-lo em minha cara.

JOÃO= Abre mais a boca que quero gozar lá dentro.

Eu abri mais ele mandou eu abrir mais e abri o máximo que eu pude.

JOÃO= A minha cadelinha vai beber o leite do seu macho agora. Vai beber tudinho e não deixar nem uma gotinha. Peguei de volta o seu caralho duro e gostoso e chupei sedento pela sua porra. E entre os seus gemidos de macho prestes a gozar, veio e jorrou quente e grossa a gostosa porra em minha boca. Esperei até a ultima gota de porra sair do meu macho e só tirei a boca quando o seu pinto amoleceu, ficando meia bomba.

EU= Agora eu já posso ir dormir. Por hoje já estou satisfeito.

Agora levante daí e me leve até a porta. Fui puxando ele pela mão e antes de abrir a porta para eu sair, dei um beijo em sua boca.

JOÃO= O que você está fazendo? Isso não é coisa de homem.

EU= Não entendi! Quer dizer que você quer trepar comigo e sente muito tesão em mim e agora diz que beijar não é coisa de homem.

EU= Deixar outro homem chupar o seu pinto e futuramente deixar ele fuder no seu cú pode né!

JOÃO = Mais você tem que entender que eu nunca fiz isso.

EU= Tudo tem a sua primeira vez.

JOÃO = È verdade. Mais tenha um pouco de paciência.

EU= Feche os seus olhos.

JOÃO= Vamos com calma!

EU= Mandei fechar os olhos. Agora que eles estão fechados eu vou te beijar e você só precisa se entregar aos meus beijos.

No inicio foi um beijo tímido, o João me beijava com a sua boca fechada mais eu tentava invadi-la com a minha língua. Aos poucos ele foi se entregando e dividindo comigo as nossas línguas e salivas. E o beijo surgiu ardente. E este foi o meu primeiro beijo e o primeiro dele com outro homem (GAROTO)

O seu pinto endureceu na hora e o meu também. Arriei a minha bermuda e fiquei de costas para ele. Aquele beijo me deu um puta tesão.

EU= Enfia o dedo no meu cú vai! Enfia que eu quero gozar.

O João fez o que eu pedi e enfiou o dedo em mim enquanto eu me masturbava, ele fazia um vai e vem delicioso com o seu dedo e eu socava na punheta.

JOÃO= Abre bem as pernas para eu enfiar mais gostoso. Empina esse rabo gostoso vai!

EU= Isso!!!!!!!!!! Que delicia!!! Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii! Enfia mais!!!!! Issssssssssssssssssssoo!!!! Hummmmmmmmmmmmmmm!!!E finalmente gozei e mesmo depois de já ter gozado o meu corpo tremia.

Ele tirou o seu dedo do meu cuzinho e eu senti uma ardência mais isso não importava, eu estava muito feliz.

JOÃO= Você me surpreende cada vez mais. Se eu não te conhecesse, jurava que você era muito experiente. Que safado!(SORRIU ME DANDO UM TAPINHA NA BUNDA)

EU= Isso é puro instinto mais eu fico assim porque você é um macho delicioso. Você é o meu homem.

EU= Já é tarde, vou dormir.

JOÃO= Cuidado para os seus pais não virem você.

EU= Pode deixar! Vou tomar muito cuidado. (DEI UM BEIJO NELE)

JOÃO= Boa noite!

EU= Boa noite. Entrei em casa nas pontas dos pés e fui direto para o meu quarto, me sentia tão feliz que era capaz de sair dançando e cantando pela casa. Me joguei na cama e dormi, parecia que tinha só piscado os olhos, minha mãe já estava me chamando para tomar o café da manhã e ir para o colégio. Nossa! Como eu estava cansado e ainda com muito sono, mais levantei e fui tomar um banho para despertar.

Cheguei para tomar o café e o João já estava sentado na mesa com os meus pais. A minha vontade era de agarrar ele e dar um longo beijo de bom dia.

EU= Bom dia, pai! Bom dia mãe! Bom dia João!

JOÃO= Bom dia, Yuri.

EU= (FALANDO COM TODOS) Tenho que tomar o café depressa se não eu me atraso.

EU= (FALANDO COM A MINHA MÃE) Vou chegar mais tarde hoje.

MÃE= Por quê?

EU= Hoje tem campeonato  de futebol e o meu time joga.

PAI= Boa sorte no jogo, filhão.

EU= Vamos precisar mesmo! O time que vamos jogar é muito forte. Vai ser contra o Colégio católico e eles ganham sempre. Na parte da manhã no colégio foi tranqüilo mais na hora do recreio o sono me pegou e fui ao banheiro lavar o meu rosto mais não adiantou, então abri o chuveiro e enfiei a minha cabeça debaixo da água fria.

O sinal tocou e voltei para a sala, todos estavam excitados e eufóricos com o jogo, as meninas dando em cima de nós jogadores e nós jogadores contando vantagens de quanto éramos bons e que iríamos arrasar o time adversário.

O professor da ultima aula desistiu de dar a matéria e veio sentar junto com a gente e para relaxar começamos a cantar. Estávamos na maior farra quando de repente dou uma olhada para o professor e foi aí que prestei mais atenção nele e vi como é bonito e tesudo e o meu pau ficou duro na hora.

Ele devia ter uns 30 anos e era bem moderno, cabelo bem bagunçado e preto, olhos azuis, boca carnuda. Usava uma camisa de malha modelando o seu tórax e uma calça bem apertada, deixando o seu volume bem a mostra.

Eu não me conhecia mais, e precisava me controlar já estava eu pensando em sacanagem com o meu professor.O sinal avisando que era a ultima aula e precisávamos nos trocar e colocar os uniformes do timão.

Hora do jogo e as arquibancadas lotadas, no primeiro tempo estávamos perdendo de 1 a 0, mais no segundo tempo reagimos e ganhamos de 2 a 1. Estávamos com a moral em alta e todos nos elogiavam, dizendo que éramos o orgulho do colégio.

O Edu o meu amigão me chamou e disse que todos já estavam tomando banho para ir embora e eu precisava me apressar.

EU= Não vou tomar banho não amigo! Vou direto para casa.E assim que cheguei em casa, fui direto para a cama sem mesmo tomar banho. Eu não dormi, eu desmaiei e só fui acordar depois das 10 da noite.

MÃE= Filho! Você dormiu a tarde toda.

EU= Eu estava muito cansado, mãe. Na noite passada quase não dormi, estava ansioso demais por causa do jogo. E amanhã eu posso acordar mais tarde. O diretor do colégio deu folga para a gente.(FALANDO COM A MINHA MÃE) Vou tomar banho e depois comer algo.

Quando cheguei à cozinha o João estava sentado na mesa, olhei para ver se tinha alguém por perto além do João e cheguei bem pertinho dele.

EU= Deixa a porta do seu quarto destrancado, mais tarde eu vou lá (SORRI)

JOÃO= Safado!!!! Dei boa noite a todos e voltei para o meu quarto, liguei a TV e fiquei esperando os meus pais dormirem.Não via a hora que cair de boca no pinto do João.

FIM. (CONTINUAÇÃO)

Autor: Peter
E-mail - peterpanrj16@hotmail.com
MSN - Não Divulgado
Conto enviado pelo internauta.