Estudo mostra que preconceito dificulta acesso a tratamento.


Clima de medo gerado pelo apoio dos Estados à discriminação força pessoas a se esconder e se afastar de locais como clínicas de tratamento - Aijaz Rahi / AP


Enquanto a luta LGBT avança em alguns países, em outros há um retrocesso. Em 2013, a Rússia aprovou uma lei altamente descriminatória contra a "propaganda homossexual". Já a Índia, também ano passado, reverteu uma decisão do Supremo Tribunal de Nova Délhi e voltou a criminalizar as relações entre pessoas do mesmo sexo. Uma onda de legislações duras também tem tomado países africanos, incluindo Nigéria e Uganda.


Além da violação de direitos humanos, uma das maiores preocupações da Organização das Nações Unidas (ONU) é com com consequências negativas dessas leis para a saúde pública. Em um estudo publicado esta semana na revista "PLOS Medicine", o médico Chris Beyrer, da Universidade Johns Hopkins, ressalta que o "clima de medo" gerado pelo apoio dos Estados à discriminação e a garantia de impunidade aos que agridem homossexuais forçam as pessoas a se esconder e se afastar de locais como clínicas de tratamento, onde poderiam ser ridicularizadas ou atacadas.


- Estamos coletando dados que mostram que, depois que essas leis foram implementadas, as pessoas pararam de ir à centros de tratamento para portadores de HIV e de fazer testes - diz Beyrer em entrevista por e-mail. - Isso pode certamente levar a um agravamento da epidemia global de Aids dentro da comunidade gay.


PROBLEMA TAMBÉM NO BRASIL


Segundo a diretora do Unaids (o programa da ONU sobre Aids) no Brasil, Georgiana Braga, 150 mil pessoas vivem hoje no país com HIV e não sabem disso. O motivo do abismo, para ela, é o preconceito.


- O Sistema Único de Saúde oferece o teste gratuitamente. Se as pessoas não o fazem, é por medo - opina Georgiana, para quem a discriminação provoca uma reação em cadeia desastrosa: - Se há a discriminação, você não consegue chegar às pessoas. Sem essa aproximação, não há teste nem tratamento. Assim, a doença se espalha.


http://oglobo.globo.com/sociedade/legislacao-antigay-agrava-epidemia-global-de-aids-13054513